Destaques

Portal Cidade Gospel | Redação | Publicado em 25/08/2015

Projeto inicia 200 crianças feirenses na natação

natação-crianças-cte7-academiaConsiderada uma das modalidades esportivas mais completas, a natação está encantando cerca de 200 crianças de famílias de baixa renda, atendidas através do projeto Oportunidade Através do Esporte, promovido pelo Governo Municipal, através da Secretaria Municipal de Cultura, Esporte e Lazer (Secel). As aulas são ministradas três vezes por semana, no Complexo Esportivo Oyama Pinto, na avenida Transnordestina, bairro Campo Limpo.

 

O projeto é coordenado pelo Departamento de Esportes e vem sendo desenvolvido através de parceria com a Pirelli, oferecendo também aulas de basquete e vôlei. E, a exemplo da natação, todas as modalidades esportivas são oferecidas gratuitamente, conforme explica o coordenador e diretor Emerson Brito.

 

Mesmo na terra do futebol, a natação tem se tornado uma das modalidades esportivas mais populares em função de algumas estrelas brasileiras se destacarem no cenário nacional. E em Feira de Santana não é diferente, principalmente por ser uma oportunidade para as famílias de baixa renda realizarem o sonho de ver os filhos praticando este esporte, considerado caro para quem tem que adquirir todos os materiais necessários, mas encontra neste projeto do Governo Municipal a oportunidade de não arcarem com os custos.

 

Além das aulas em piscina olímpica todas as segundas-feiras, quartas-feiras e sextas-feiras, com professores capacitados, os alunos inseridos no projeto Oportunidade Através do Esporte ainda recebem gratuitamente pranchas, sungas ou maiôs, toucas, protetores de nariz e de ouvido e também óculos.

 

As aulas de natação são desenvolvidas nos períodos matutino e vespertino, envolvendo cerca de 200 crianças e adolescentes, na faixa etária entre 7 e 17 anos. “Todas as aulas são promovidas em turno oposto às aulas nas escolas”, explica o diretor de Esportes, Emerson Brito.

 

Ao todo, o projeto dá oportunidade a cerca de 600 crianças e adolescentes a praticarem as três modalidades esportivas, evitando também que nos horários ociosos fiquem nas ruas e se tornem vulneráveis.