Notícias

Portal Cidade Gospel | Redação | Publicado em 30/09/2015

Quase 700 litros de óleo de cozinha usados já foram coletados nos postos da Embasa

oleo-de-cozinhaUm dos principais fatores para o entupimento das redes de esgotamento sanitário é o acúmulo de gordura nas tubulações. O descarte indevido do óleo de cozinha usado em ralos e pias pode causar problemas ao sistema de esgotamento sanitário, ao meio ambiente e à saúde das pessoas, como o extravasamento de esgotos domésticos e a contaminação do solo e da água.

 

Para reduzir este impacto e ajudar a conscientizar donas de casa, trabalhadores e proprietários de estabelecimentos como lanchonetes e restaurantes, a Embasa firmou uma parceria com a Ong Movimento Água é Vida (MAV) e está estimulando moradores a darem uma destinação adequada ao resíduo, criando postos de coleta nas lojas de atendimento da empresa em Feira de Santana.

 

Em menos de cinco meses, já foram arrecadados pela Embasa quase 700 litros de óleo de cozinha. Todo material coletado está sendo direcionado ao MAV, que encaminha para a produção de tintas, combustível, sabão, etc. Além do reaproveitamento do óleo usado, outro impacto positivo do projeto é que a Embasa já está registrando redução nos casos de obstrução na rede de esgotamento sanitário. “Tivemos uma queda de quase 35% nas ocorrências de entupimento na rede domiciliar. E acreditamos que a diminuição no descarte do óleo de cozinha em ralos e pias vem contribuindo para isto”, revela o gerente da divisão de esgotamento sanitário da Embasa em Feira de Santana, Antonio Carlos de Oliveira. “Ao invés de jogar o óleo usado de maneira indevida, a população está doando para a reciclagem”, comemora o gerente.

 

Luciene Vitória dos Santos, do Instituto Social Recicla Zona Rural, que doou 50 litros de óleo em uma das lojas da Embasa, vem sendo uma multiplicadora da ideia. “Estou conversando com as donas de casa, nas escolas… O óleo que levei para loja da Embasa foi do rapaz da padaria, que antes jogava fora, e me pediu para eu coletar”, conta. “Já recebi mais cinco litros de alunos de uma escola (no distrito) da Matinha. Vou incentivando todo mundo a doar”, afirma entusiasmada. “Tenho o maior prazer em fazer esta conscientização”.

 

Postos de coleta

 

Qualquer cidadão pode participar da iniciativa. Depois que usar o óleo na preparação dos alimentos, basta juntá-lo em uma garrafa PET e levar em uma das lojas de atendimento da Embasa, nos seguintes endereços:

 

– Campo Limpo: Rua Monsenhor Moisés do Couto, nº 1.244 (a 350 metros da passarela da Cidade Nova);

 

– Centro: Rua Desembargador Felinto Bastos, nº 136 (próximo à Estação de Transbordo Central);

 

– Pilão (Posto Avançado de Atendimento): Rua Honorato Bonfim, nº 330 A (próximo ao Procon).

 

Conscientização ambiental – Amanhã (01), a equipe do Núcleo Socioambiental da Embasa vai promover uma blitz educativa na região do estacionamento da Prefeitura Municipal, para orientar a população sobre a importância da coleta/descarte consciente do óleo de cozinha.

 

A equipe vai distribuir panfletos e conversar com pedestres e motoristas que transitam pelas imediações das Avenidas Getúlio Vargas e Senhor dos Passos a partir das 08h30.