Destaques

Portal Cidade Gospel | Redação | Publicado em 19/05/2016

Quem defende aborto não fala em nome dos direitos humanos, diz Malafaia

pastor-silas-malafaia1O pastor Silas Malafaia gravou um vídeo bastante explicativo a respeito do aborto, com explicação científica e não religiosa sobre o tema.

 

Para ele é uma verdadeira piada defender o aborto em nome dos direitos humanos, pois o feto dentro da barriga da mulher não é o agente passivo, mas sim o ativo.

 

O religioso, formado em psicologia, explica que se não fosse pela proteção da bolsa gestacional o bebê seria expulso do corpo da mulher por ser um corpo estranho, portanto, ele não faz parte do corpo dela.

 

“Sabe qual é a diferença entre o óvulo fecundado, eu e você? O tempo e a nutrição”, diz Malafaia.

 

“Querido, é uma covardia dos poderosos sobre os indefesos, nenhum ser humano é mais humano que o outro”, afirmou ele que é contra o aborto por esses motivos apresentados.

 
Malafaia deixa claro que a fala dos defensores do aborto não se sustenta, pois, a criança não faz parte do corpo da mulher. “É um ser independente que está em simbiose com a mãe esperando o tempo de nascer”.

 

As consequências físicas e psicológicas das mulheres que fazem aborto também foram citadas pelo pastor evangélico, que fez um alerta até mesmo para o que acontece em países como os Estados Unidos onde o aborto é um procedimento legalizado.

 

Malafaia aproveitou para dar um recado ao novo ministro da Saúde, Ricardo Barros: “Não é você na caneta que vai dizer ou vai resolver a questão de aborto. É o Congresso Nacional, o fórum legal para debater, discutir e decidir questões da sociedade”.

 

Gospel Prime