Notícias

Portal Cidade Gospel | Redação | Publicado em 21/09/2017

Quem vender ou alugar imóvel do Minha Casa, Minha Vida será punido, afirma secretário

O Secretário de Habitação e Regularização Fundiária de Feira de Santana, Eli Ribeiro, está de olho quando o assunto é irregularidades do programa habitacional Minha Casa, Minha Vida. Em virtude disto, esteve nesta terça-feira, 19, acompanhado de sua equipe técnica, no residencial Ponto Verde para averiguar in loco a veracidade das denúncias que têm chegado até a secretaria.

 

“Estamos trabalhando duro para averiguar cada denúncia que chega à secretaria sobre pessoas que estão transgredindo as regras do programa. Todo mundo sabe que estas casas não podem ser utilizadas para fins comerciais, quem faz isso poderá perder o imóvel pois ele só é entregue a quem realmente precisa de uma moradia, sendo assim não pode ser vendido nem tão pouco alugado. Quando terminarmos essa investigação, vamos exigir que os culpados sejam punidos nos rigores da lei”, afirmou o secretário Eli Ribeiro.

 

O residencial, localizado na estrada do Alecrim, próximo ao Parque da Cidade, no bairro Tomba, foi entregue à comunidade em dezembro do ano passado. Composto por 400 unidades habitacionais, divididas em 50 blocos de oito casas dispostas em pavimentos térreos e superiores, o Ponto Verde é o terceiro condomínio do Minha Casa, Minha Vida a receber a visita do secretário para averiguar questões de denúncia.

 

Secom