Destaques

Portal Cidade Gospel | Redação | Publicado em 19/01/2016

Religião deve obrigar Londrina a fazer revezamento de goleiros em 2016

vitor_3A escolha da religião Adventista pelo goleiro Vitor, titular absoluto no ano passado, pode obrigar o Londrina a ter dois goleiros revezando na posição durante o ano. Como os adventistas não podem trabalhar ou fazer qualquer atividade do pôr do sol de sexta-feira até o pôr do sol de sábado, ele deve desfalcar a equipe em treinamentos previstos para o sábado e, principalmente, na Série B do Brasileiro. O torneio ainda não tem calendário definido, mas seus jogos acontecem na terça, sexta-feira e sábado.

 

A reportagem do GloboEsporte.com tentou falar com a diretoria do Londrina, o goleiro e seus assessores, mas a situação é tratada como sigilosa e somente será definida nesta terça-feira, quando ele deve ter seu contrato renovado até o fim do ano. A princípio, a condição não deve ter efeito na primeira fase do campeonato Paranaense, pois não há previsão de nenhum jogo do Londrina no sábado.
Para os jogos da Série B do Brasileiro na sexta e sábado, Vitor deve ser substituído pelo segundo goleiro Marcelo Rangel. As restrições da religião Adventista já impediram que ele participasse do primeiro coletivo realizado pelo técnico Claudio Tencati, no último sábado. Na ocasião, Marcelo Rangel começou entre os titulares, enquanto Guilherme foi o goleiro reserva.

 

Carlos Vitor da Costa Ressurreição tem 30 anos, foi revelado pelo Vitória-BA e passou por outros nove clubes antes de chegar ao Londrina. Ele foi apresentado no clube no final de 2013 para substituir o goleiro Danilo, atualmente na Chapecoense.

 

No primeiro ano pelo Tubarão, em 2014, o goleiro foi fundamental na conquista do título Paranaense e no acesso à Série C do Brasileiro. Em 2015, ajudou a equipe a chegar as semifinais do Campeonato Paranaense, o título do interior estadual e o acesso à Série B do Brasileiro. Na temporada passada, ficou fora apenas de um dos 43 jogos do Londrina na temporada (contra o Tupi, pela primeira fase da Série C do Brasileiro, por causa do terceiro cartão amarelo). Ao todo, Vitor fez 79 jogos com a camisa do Londrina.

 

Entenda porquê os adventistas guardam o sábado

 

A religião da Igreja Adventista do Sétimo Dia preconiza que o mundo foi criado por Deus em seis dias e o sétimo – no caso o sábado, pois o Domingo é o primeiro dia – é destinado para repouso e culto. Os adeptos da religião não podem realizar atividades como trabalhar, estudar ou fazer festividades.

 

Globo Esporte