Esportes

Portal Cidade Gospel | Redação | Publicado em 15/06/2016

Reunião define esquema de segurança para partida de reinauguração do Joia

1562016110024
Após ficar cerca de um ano mandando seus jogos fora de casa, o Fluminense de Feira vai reencontrar a sua torcida no próximo domingo, 19, em jogo diante do Murici de Alagoas pelo campeonato brasileiro da Série-D . A partida vai marcar também a reabertura do estádio Alberto Oliveira totalmente renovado.

 
“Quando entrarem em campo os jogadores vão pisar pela primeira vez em uma grama que realmente merece ser chamada de tapete”, ressalta o diretor administrativo do estádio, José Fernando. O trabalho feito pela prefeitura municipal começou pela substituição de 100% do gramado, a partir do subsolo e se estendeu por todas as instalações do estádio.

 
O Joia da Princesa ganhou rampa de acesso para deficientes, novo sistema de iluminação, assim como de drenagem e irrigação, substituição das cadeiras, melhorias nos vestiários e pintura nova.

 
SEGURANÇA

 
Além do conforto para atletas, árbitros e o público, a praça esportiva que tem capacidade para 16 mil expectadores, também está preparada para ser um ambiente pacífico com total garantia de segurança a fim de receber o torcedor local e os visitantes.

 
Neste sentido foi estabelecida uma parceria entre o governo municipal através da Secretaria de Prevenção à Violência ( Seprev ) e os órgãos de segurança pública do município. Em reunião nesta terça-feira no próprio estádio Joia da Princesa, os representantes da Polícia Militar, Corpo de Bombeiros, Guarda Municipal, Secretaria de Cultura, Esporte e Lazer, administração do estádio e a diretoria do Fluminense discutiram a estratégia a ser adotada no dia do jogo histórico.

 
Conforme o Estatuto do Torcedor, não vai ser permitida a venda de bebida alcoolica, mesmo sendo refrigerante, só será permitido o uso em copo plástico. “Estamos orientando os ambulantes quanto as normas a serem adotadas prá que não venham ser surpreendidos” explica o administrador Irmão Fernando.

 
O secretário Mauro Moraes da Seprev, chamou a atenção para a importância do torcedor evitar qualquer atitude que possa expor o Fluminense ao risco de ser punido com a perda do mando de campo. “O prefeito José Ronaldo e o Fluminense de Feira estão fazendo um esforço muito grande para colocar o futebol de Feira de Santana em seu devido lugar e se alguém comete um ato de arremessar por exemplo, algum objeto para dentro do campo, todo o trabalho será prejudicado” alertou.

 
O capitão Djomar Pinheiro, da Polícia Militar, revelou que o torcedor vai contar com o policiamento, antes, durante e depois do evento esportivo. “O evento dura em média duas horas, mas os policiais trabalharão de seis a oito horas. Através do CPRL sob o comando do Coronel Adelmário e a 64 CIPM tendo como comandante o Major Lúcio. O nosso compromisso é manter a ordem pública e proteger o cidadão desde o deslocamento de casa, ao adquirir o ingresso para adentrar ao estádio, durante a partida e a após o jogo também”

“Vamos lotar esse estádio” – disse em tom de convocação da torcida, o presidente do Fluminense de Feira, Gerinaldo Costa. Segundo ele “o objetivo das forças de segurança é permitir a ordem e a paz para que todos, torcedores feirenses e visitantes, possam desfrutar da atmosfera festiva de reinauguração do Joia numa partida celebração sem preocupações acerca da sua segurança ou bem-estar.”

 
Secom