Notícias

Portal Cidade Gospel | Redação | Publicado em 09/11/2017

Richthofen recorre contra obrigação de exame para deixar prisão

A defesa de Suzane von Richthofen, condenada a 39 anos de prisão pela morte dos pais, entrou com um recurso no Tribunal de Justiça de São Paulo para que a presa possa cumprir a pena em regime aberto sem que seja submetida a um exame criminológico. Atualmente, Suzane cumpre pena em regime semiaberto em uma penitenciária em Tremembé, no interior do Estado, e tenta desde junho o cumprimento do tempo restante em liberdade.

 

Como explica o “G1”, o exame é uma solicitação do Ministério Publico (MP), que foi aceita pela juíza Wania Rangel, da Vara de Execuções Criminais (VEC) de Taubaté (SP). O objetivo é verificar se a condenada está apta a retomar o convívio fora da prisão.

 

A decisão judicial pede que Suzane seja avaliada por psicólogos, assistente social e médico psiquiatra indicados pela Justiça. O laudo deveria embasar a decisão sobre o pedido de progressão de regime.

 

A defesa da presa alega que ela possa ir imediatamente para o regime aberto, sem fazer o exame, pois já cumpriu todos os requisitos para ter direito ao benefício.

 

NOTÍCIA AO MINUTO