Notícias

Portal Cidade Gospel | Redação | Publicado em 07/05/2015

Riscos do trabalho infantil em foco no Projeto Peteca

652015163941 O trabalho infantil pode interferir no desenvolvimento físico, emocional e social das crianças. Esta constatação é uma das preocupações que movem o Projeto Peteca, iniciativa do Ministério Público cujo objetivo é conscientizar e sensibilizar a comunidade escolar em relação aos riscos da exploração infantojuvenil.

 

Na manhã desta quarta-feira, 6, gestores e coordenadores pedagógicos de 30 escolas municipais participaram do encontro promovido pelo projeto em parceria com a Secretaria Municipal de Educação. O evento aconteceu na Fundação Senhor dos Passos.

 

O Peteca integra uma ação mais ampla, o “Projeto MPT na Escola: de mãos dadas contra o trabalho infantil”, cuja meta principal é romper as barreiras culturais que dificultam a efetivação dos direitos da criança e do adolescente. Para a professora Rosângelis Rodrigues Lima, que também é integrante do Núcleo de Educação do Campo, é necessário que esses direitos saiam do papel e sejam reconhecidos no dia-a-dia.

 

“Ainda não conseguimos transpor isto para a realidade. As crianças ajudam em trabalhos domésticos e outras funções desde muito cedo. Isso afeta diretamente no desenvolvimento delas e a escola precisa estar atenta a estas questões”, defende Rosângelis. “O Projeto Peteca busca erradicar o trabalho infantil, alertar a comunidade sobre esta questão de grande relevância e garantir os direitos dos nossos alunos”, afirma.

 

Durante o encontro foram apresentados os aspectos legais do trabalho infantil, exposição do projeto e discussão com os participantes sobre seu desenvolvimento no ambiente escolar. Cada escola recebeu um kit com orientações pedagógicas, um DVD do Peteca e uma cartilha com o tema: “Brincar, estudar, viver… Trabalhar, só quando crescer”, elaborado pelo Ministério Público do Trabalho.