A Cacetada

Portal Cidade Gospel | Redação | Publicado em 11/06/2014

Rodolfo Abrantes volta a criticar meio gospel e lideranças evangélicas: “Tem pilantra se passando por pastor”

rodolfo-abrantes O cantor Rodolfo Abrantes concedeu uma entrevista e, novamente, falou sobre seu arrependimento pelo tempo em que liderou a banda Raimundos, quando compunha e cantava letras sobre sexo, drogas e outros temas juvenis, sempre permeado por um vocabulário pesado.

 

“Eu tenho 100% de arrependimento”, disse o cantor, hoje com 41 anos de idade, à revista Trip, antes de uma de suas apresentações. Hoje, Rodolfo adota um estilo que continua franco, mas voltado a temas que fogem às ideias juvenis de antes, e confrontam fiéis e líderes evangélicos de todo o país.

 

O antigo rockstar atualmente vive e custeia suas despesas com o dinheiro que ganha vendendo CDs e fazendo apresentações em igrejas, congressos e outros eventos evangélicos, mas garante que não se pauta apenas pela quantia paga: “Eu saio da minha casa e posso não receber nada”, diz Rodolfo Abrantes.

 

Seu testemunho, já contado diversas vezes, tem sempre facetas “inéditas” que ele revela de forma espontânea por onde passa: “Eu fumava um e já estava pensando no próximo, cheguei a cheirar e tomava ácido pra caramba”, diz Rodolfo, que faz questão de traçar um paralelo do ápice da fama com o fundo do poço pessoal. “Minha saúde destruída, perdendo peso, cheio de caroço espalhado pelo corpo: eu me sentia morrendo”, resume.

 

Sobre o complexo mundo evangélico brasileiro, Rodolfo Abrantes não mede palavras – bem ao seu estilo – para denunciar que há líderes inescrupulosos à frente das igrejas: “Tem pilantra se passando por pastor”, dispara, logo antes de acrescentar uma crítica aos colegas músicos evangélicos. “Eu não consigo ver Jesus nesse tipo de show porque o povo está aplaudindo o cara que está tocando, e a adoração não serve pra ninguém me aplaudir”, pontua.

 

Confira, no vídeo abaixo, uma apresentação de Rodolfo Abrantes num evento do ministério Onda Dura Pregações em janeiro deste ano: