Notícias do Mundo Gospel

Portal Cidade Gospel | Redação | Publicado em 14/06/2014

Rodolfo comenta polêmica sobre direitos autorais

rodolfo-300x200Arrependido pelas letras que escreveu antes de se tornar evangélico, Rodolfo Abrantes, ex-vocalista do Raimundos, recebeu diversas críticas dos músicos que continuam na banda.

 

O motivo da polêmica criada e divulgada em portais de notícias foi por conta dos direitos autorais dessas canções que trazem arrependimento ao roqueiro.
Os músicos Digão e Canisso, ex-colegas de banda de Rodolfo, o chamaram de hipócrita pela declaração dada à revista TRIP do mês de junho, contestando os valores que ele recebe mensalmente sobre a execução das músicas do Raimundos.

 

Usando seu Facebook oficial, Rodolfo Abrantes explicou que o dinheiro que recebe não é apenas sobre os direitos autorais das músicas da sua antiga banda, mas sim de todas as canções que ele já escreveu ao longo de sua vida, inclusive as evangélicas.

 

“Desde 1994 recebo royalties pelas canções que escrevi ou tive alguma participação. Sou compositor e essa é minha principal fonte de renda. É lícito, é digno, me permite pagar tributos e me permite servir à igreja voluntariamente, por amor e sem precisar cobrar altos cachês”, afirmou.

 

Rodolfo listou todos os trabalhos que já produziu nesses 20 anos, foram seis CDs com o Raimundos, dois com a banda Rodox, e quatro trabalhos solos além de participações especiais em discos de bandas como Charlie Brown Jr., Natiroots, Strike, Pregador Luo e outros.

 

Fora isso, Rodolfo Abrantes assina canções gravadas por Lucas Souza e Nengo Viera e de todas elas ele recebe um valor pago pelo ECAD (Escritório Central de Arrecadação e Distribuição) que recolhe valores de direitos autorais e repassa aos compositores.

 

“A instituição que arrecada os valores que tenho direito como autor, repassa mensalmente o que me é devido, num só depósito. Portanto, eu não vivo as custas do Raimundos, mesmo porque eu não toco nenhuma música deles. Eu recebo os direitos autorais por toda obra que escrevi durante minha vida.”

 

Rodolfo também aproveita o momento para dizer que não queria denegrir, expor ou culpar qualquer pessoa pelos problemas que teve (incluindo consumo de drogas) e pediu desculpas aos fãs e integrantes do Raimundos.

 

Ele também falou sobre o seu arrependimento dizendo que como cristão aprendeu que essa palavra significa duas coisas: “primeiro não voltar a fazer o que fazia” e “segundo é mostrar frutos de arrependimento”, ou seja, mostrar que realmente se arrependeu fazendo diferente.

“Meu maior arrependimento é o de ter tido, por um período de tempo, uma geração me ouvindo, e não tê-la edificado como gostaria, pois, naquela época, eu não tinha o entendimento que tenho hoje”, afirmou.

 

 

Gospel +