Destaques

Portal Cidade Gospel | Redação | Publicado em 07/08/2014

SAMU já atendeu 359 pacientes com problemas cardíacos este ano

682014153317 De janeiro a junho, quase 5% das ocorrências registradas pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) foram relacionadas a problemas cardíacos. Dos 6.195 atendimentos clínicos, 300 pacientes apresentaram quadro para infarto – diminuição ou ausência da irrigação sanguínea para o coração.

 

 

Conforme previsão do Ministério da Saúde, nos próximos três meses, será fornecido para o SAMU medicamento para pessoas socorridas com quadro de infarto – o paciente apresenta dor torácica, que irradia para o braço esquerdo, pescoço e mandíbula, mal estar, vomito e dor epigástrica. “Isso vai melhorar a sobrevida do paciente e, consequentemente, diminuir as taxas de mortalidade”, afirma.

 

 

O medicamento tem ação trombolítica – atua na vascularização do músculo do coração, ou seja, vai permitir a passagem do sangue, levando o oxigênio até este órgão. Esta é uma medicação venosa. “O uso dessa terapia vai melhorar a função do músculo cardíaco, diminuindo as complicações do infarto agudo do miocárdio”, reforça Maíza Macedo.

 

 

Ela observa que as doenças cardiovasculares e cérebro vascular vêm aumentando sua incidência, conforme estatísticas. Em Feira de Santana, por exemplo, de janeiro a dezembro de 2013, o SAMU prestou 576 atendimentos a pacientes com problemas relacionados ao coração. Neste ano, já somam 359.

 

 

Maiza Macedo assegura que o serviço móvel já presta atendimento adequado aos pacientes. Contudo, a inclusão da terapia trombolítica, já comprovada cientificamente, vai contribuir para a redução dos índices de mortalidade, bem como vai possibilitar a essa pessoa uma melhor sobrevida.

 

 

As informações são da Secom.