Notícias

Portal Cidade Gospel | Redação | Publicado em 09/01/2015

Saúde divulga boletim atualizado sobre a febre chikungunya

Sec Sa_de chikungunya-fotos Jorge Magalh_es (1)O primeiro boletim epidemiológico do ano sobre a febre chikungunya em Feira de Santana, divulgado esta semana pela Secretaria Municipal de Saúde, apontou a retração da doença no município. Não houve registro de novos casos suspeitos, em comparação com o último levantamento de dezembro. Dentre as atuais 1.444 notificações, o índice percentual de casos descartados foi maior que o de confirmações na primeira semana de janeiro.

 

O número de casos confirmados passou de 816 para 847, aumento de 3,7%, enquanto os casos descartados subiram de 165 para 175 em uma semana, resultando em um crescimento de 6%. De acordo com o boletim epidemiológico, “o município apresenta pontos positivos frente às ações realizadas pela Secretaria Municipal de Saúde – Vigilância Epidemiológica, juntamente com a Secretaria de Comunicação, Secretaria de Serviços Públicos, 2ª Dires, PACS/PSF, parceiros voluntários e a população local”.

 

O documento aponta ainda que os pacientes não relatam viagem a países com transmissão da doença, sendo considerados casos autóctones. Os sinais e sintomas mais frequentes da febre são: mialgia, artralgia, febre, edema e dor de cabeça. Um encontra-se paciente hospitalizado, sendo acompanhado pelas autoridades de saúde. Não foi registrado óbito por chikungunya no município.

 

BAIRROS

 

Foram notificados casos em 77 localidades do município, entre os quais o bairro George Américo apresentou 473 (32,75%) notificações, seguido pelo bairro Campo Limpo com 246 (17,03%); Sítio Novo com 64 (4,43%); Cidade Nova com 50 (3,46%); Sobradinho com 45 (3,11%); Distrito de Jaguara (Povoado Rio do Peixe) com 39 (2,70%); Parque Ipê com 32 (2,21%); Pedra Ferrada com 23 (1,59%); Pampalona com 20 (1,38%); Gabriela com 19 (1,31%); Rua Nova com 17 (1,17%) e Queimadinha com 16 (1,10%) notificações.