Destaques

Portal Cidade Gospel | Redação | Publicado em 12/11/2014

SBT mantém Rachel Sheherazade sob censura por Dilma Rousseff

Rachel-SheherazadeA jornalista Rachel Sheherazade não terá um programa só seu no SBT e nem voltará a comentar as notícias no programa SBT Brasil.Segundo o site Notícias da TV, a ordem partiu do próprio Silvio Santos que não quer perder as verbas de propagandas vindas do governo federal.

 

O site afirma que Sheherazade foi até o salão do cabeleireiro Jassa, em São Paulo, para falar diretamente com Silvio Santos e pedir para voltar a tecer seus comentários da TV.

 
A resposta de Silvio foi a seguinte: “Se o Aécio [Neves] tivesse vencido, tudo bem. Mas como a Dilma ganhou, é melhor você continuar calada”. A frase foi divulgada para a imprensa por uma testemunha não identificada.

 

Rachel Sheherazade está sem poder emitir suas opiniões no programa desde abril depois que gerou polêmica ao dizer que achava “compreensível” a atitude de um grupo de justiceiros que amarraram um adolescente infrator em um poste.

 

Deputados do PT, PSOL e PCdoB se juntaram e entraram com um pedido para que o governo federal não enviasse mais verbas publicitárias para o canal de Silvio Santos.
O canal resolveu silenciar a jornalista que ficou algumas semanas fora do ar e quando retornou, com a promessa de ter um programa só pra ela, passou a ficar em silêncio na bancada, apenas lendo as notícias pelo teleprompter.

 

Mesmo sem poder dizer o que pensa na TV, a jornalista usava o Twitter para comentar algumas notícias, principalmente durante a campanha presidencial onde defendia abertamente a candidatura de Aécio Neves (PSDB), candidato derrota nas urnas por Dilma Rousseff.