Notícias

Portal Cidade Gospel | Redação | Publicado em 31/07/2015

Seis residenciais do Minha Casa, Minha Vida em fase de conclusão em Feira

Entrega Unidades do Minha Casa Minha Vida-fotos Jorge Magalh_es (15)_1Seis empreendimentos do programa Minha Casa, Minha Vida Vida em Feira de Santana estão em fase final de construção e serão entregues aos moradores ainda este ano. O residencial Alto do Rosário é o maior deles, com 1.620 unidades.

 

Outros cinco já estão com os recursos garantidos até a conclusão das obras. São os residenciais Parque da Cidade, Asa Branca V, Parque dos Coqueiros, Caraíbas, na região do Campo do Gado Novo, e o Alto do Rosário Transição, que seria destinado ao mercado imobiliário comum e foi incorporado ao programa.

 

O Minha Casa, Minha Vida se mantém vivo em Feira de Santana apesar de cortes no orçamento do governo federal. “Isso é fruto de planejamento”, explica o secretário municipal de Habitação e Regularização Fundiária, Sandro Ricardo.

 

“Estamos avançando na diminuição do déficit habitacional. Feira de Santana hoje é considerada modelo para o país na área. Tanto pela observação dos critérios que norteiam a política habitacional, quanto pela garantia da infraestrutura em saúde, educação e transporte, que ficam a cargo do município”, destaca Sandro Ricardo.

 

Em pouco mais de três anos, Feira de Santana atingiu a marca de 12 mil unidades já entregues. Foram 22 empreendimentos concluídos até agora. O município somou mais de 48 mil pessoas beneficiadas com a realização do sonho da casa própria e promoveu uma forte atividade econômica no comércio com a compra de material e as construções confiadas â mão de obra e empresas locais, três delas avaliadas pelos contratantes entre as cinco melhores do país.

 

TRANSPARÊNCIA

 

Feito o diagnóstico de demanda, a Prefeitura formaliza a reivindicação junto ao Ministério das Cidades. Também fica sob a responsabilidade do município o cadastramento e a pré-seleção de mutuários para análise pela Caixa Econômica ou Banco do Brasil que financiam os projetos. A pré-seleção é totalmente eletrônica e acompanhada por representantes do Ministério Público, Câmara de Vereadores, associações de moradores, Conselhos, imprensa e quem mais desejar testemunhar a lisura do processo.

 

Secom