Esportes

Portal Cidade Gospel | Redação | Publicado em 26/09/2014

Sem força diante do Palmeiras, Vitória é derrotado no Pacaembu e volta à zona do rebaixamento

RTEmagicC_parmeravito.jpgO Vitória não conseguiu mostrar seu jogo, deu espaço para o rival e acabou derrotado pelo Palmeiras na noite dessa quinta-feira (25), no Pacaembu, interrompendo a sequência positiva que começava a construir no Brasileirão. O Palmeiras soube aproveitar melhor as poucas oportunidades criadas durante todo o jogo, abriu o placar no primeiro tempo com Lúcio e completou o placar de 2 a 0 na segunda etapa, marcando com Henrique.

 

A derrota rendeu ao Leão o indesejado retorno à zona do rebaixamento. Ultrapassado na rodada por Chapecoense, Bahia, Botafogo e pelo próprio Palmeiras, o Vitória perdeu quatro posições e parou no 18º lugar da tabela, com 24 pontos. Com o bom resultado, voltando a vencer depois de três jogos, o Verdão foi a 25 pontos, saiu da lanterna, mas ainda segue no Z-4, com a 17ª colocação.

 

O Leão amplia a jornada fora de casa e volta a ser visitante na próxima rodada, a 25ª do campeonato. No domingo (28), o Vitória joga diante do Atlético Mineiro, no estádio Independência, a partir das 16h. No mesmo dia, um pouco mais tarde, o Palmeiras visita o Figueirense, no Orlando Scarpelli, com bola rolando a partir das 18h30.

 

Verdão sai na frente

 

A bola rolou no Pacaembu e os primeiros minutos de jogo mostraram uma partida equilibrada, com raras oportunidades de gol e lances de perigo nos dois lados. Para manter o equilíbrio, as defesas trabalhavam bem no desarmes e as duas equipes tinham dificuldade para chegar inteiras na área e ameaçar a tranquilidade dos goleiros. O Palmeiras mostrava mais desorganização, não conseguia se armar ofensivamente, mas o Leão, apesar de marcar melhor, também não conseguia ligar bem os avanços no ataque.
Com o duelo em marcha lenta, a primeira boa chance de gol saiu para o lado do Palmeiras no lance de bola parada. Aos 22 minutos, depois do escanteio, a bola sobrou para Lúcio na área do Vitória, ele chutou e a bola foi no chão e antes de passar muito perto da meta e sair pela linha de fundo. E depois da primeira chance, os donos da casa resolveram acordar para o jogo, pressionaram e conseguiram abrir o placar da partida. Em novo escanteio, aos 25, Victor Luis levantou na medida para Lúcio cabecear e balançar a rede.Três minutos depois de sofrer o gol o Vitória passou muito perto de empatar. William Henrique recebe o passe na área, completou de primeira de cara com o gol de Deola, mas chutou muito forte e mandou por cima da meta. Daí em diante, o Leão seguiu sem conseguir ameaçar o gol do Palmeiras, que melhorou a postura defensiva depois de abrir vantagem e o jogo chegou ao intervalo sem nova mudança no placar.

 
Leão sem força – Na volta para o segundo tempo, o Palmeiras acabou recuando ainda cedo e deu mais espaço para o Vitória avançar até a área de Deola. O Leão tentava se firmar nas tentativas de ataque, mas acabou sofrendo o bote certeiro do ataque alviverde aos 17 minutos. Com boa troca de passes na área rubro-negra, Henrique recebeu de Cristaldo e completou de primeira, sem chances para a defesa de Gatito Fernandez e ampliou o placar.
O segundo gol sofrido fez o Vitória voltar a perder espaço no jogo, o time do Palmeiras se reanimou e novamente voltou a oferecer dificuldades para o Leão tentar a reação. Uma boa chance de diminuir a desvantagem apareceu aos 28 minutos, quando Marcinho ficou com a sobra na área do Palmeiras, dominou sem marcação, chuta forte, mas desperdiçou colocando para fora. Os avanços rubro-negros não foram capazes de passar com perigo a marcação alviverde, e o Palmeiras só precisou administrar o resultado até o apito final.
Palmeiras 2 x 0 Vitória – 24ª rodada do Campeonato Brasileiro
Data: 25/9/2014, 19h30
Local: Pacaembu, em São Paulo
Árbitro: Wilton Pereira Sampaio (GO-FIFA)
Assistentes: Cristhian Passos Sorence (GO) e Bruno Raphael Pires (GO)
Palmeiras: Deola; João Pedro, Lúcio, Nathan e Victor Luis; Renato, Juninho, Valdivia (Bruno Cesar) e Mazinho (Bernardo); Cristaldo (Patrick Vieira) e Henrique. Técnico – Dorival Júnior

 

Vitória: Gatito Fernandez; Nino, Roger Carvalho, Kadu e Juan (Willie); Adriano, Richarlyson (Mansur), Caceres e Marcinho; Dinei e William Henrique. Técnico – Ney Franco

 

iBahia