Notícias

Portal Cidade Gospel | Redação | Publicado em 08/12/2014

Sexo oral pode causar mais câncer de garganta que bebida e cigarro, diz pesquisa

20702-2Uma pesquisa realizada pela Universidade do Estado de Ohio, nos Estados Unidos, descobriu que o vírus HPV é a principal causa de câncer em pessoas com menos de 50 anos. O papiloma vírus humano tem mais de 200 variações de lesões de pele ou em mucosas, sendo uma delas causadora de verrugas no colo do útero, consideradas pré-cancerosas.

 

Segundo o estudo, homens com mais de 50 anos costumavam ser as principais vítimas do câncer de garganta, principalmente aqueles com histórico de fumo e consumo de bebida alcoólica. O problema, porém, tem migrado para faixas etárias mais baixas e dobrou nos últimos 20 anos nos Estados Unidos por conta do vírus.

 

Outros países, como Inglaterra e Suécia também identificaram o aumento da doença causada pelo HPV. Na Suécia, por exemplo, 90% dos casos têm relação com o vírus, enquanto na década de 70 o índice era de apenas 25%.

 

“O fator de risco aumenta de acordo com o número de parceiros sexuais e especialmente com aqueles com quem se praticou sexo oral”, disse a pesquisadora Maura Gillison, que afirma que uma pessoa infectada com a variação do vírus associada ao câncer de garganta tem 14 vezes mais chances de desenvolver a doença.

 

Uma outra pesquisa, realizada pela Universidade Johns Hopkins, também nos Estados Unidos, apontou que as pessoas que tiveram mais do que seis parceiros e praticaram sexo oral tinham nove vezes mais chances de desenvolver câncer de garganta. Os que já haviam tido algum tipo de infecção pelo HPV este risco subia 32 vezes.

 

Os pesquisadores sugeriram que homens também sejam vacinados contra o vírus, visto que até então isso só é recomendado a mulheres.