Notícias

Portal Cidade Gospel | Redação | Publicado em 20/08/2014

Simpósio de Dependência Química do Caps Ad no dia 27

63663-2As novas estratégias de cuidados aos pacientes que fazem uso de substância química – álcool e outras drogas – e a Rede de Proteção em Saúde Mental estarão sendo discutidas no II Simpósio de Dependência Química do Caps Ad, no próximo dia 27, no auditório Dr. João Batista de Cerqueira, na Secretaria Municipal de Saúde (SMS).

 

O encontro será aberto às 8h30 e, logo em seguida, haverá uma conferência sobre “O tratamento da dependência química na atualidade: impasses e desafios”. Às 10h30 será proferida a palestra “0 papel da Defensoria Pública no cuidado a dependentes químicos no município de Feira de Santana”.

 

Já no período da tarde, a partir das 14h, será abordado o tema “O papel da família no tratamento da dependência química”. Às 15h, será feita “Uma análise funcional da dependência química e a prontidão para mudança”.

 

Ainda está prevista, a partir das 16h, a realização de mesa redonda. A coordenadora do Caps Ad, Carolina Carvalho, observa que esse é um evento para fortalecer a rede de atenção aos cuidados do paciente que faz uso de substâncias psicoativas, capacitando os profissionais que atuam na área.

 

“A dependência química é considerada uma doença – transtorno metal. O usuário deve ser considerado como uma pessoa que necessita de acompanhamento especializado”, afirma. Participarão representantes das secretarias municipais de Saúde, Prevenção à Violência e Promoção dos Direitos Humanos (Seprev) e Educação; das comunidades terapêuticas existentes no município; além da Defensoria Pública e Polícia Militar.

 

CONTROLE AO TABAGISMO

 

Carolina Carvalho ressalta que o Simpósio de Dependência Química do Caps Ad faz parte também das atividades que marcam a Campanha Municipal de Controle ao Tabagismo, que está em sua décima edição. Nos dias 28 e 29 deste mês, o Caps Ad vai promover ações de conscientização contra o uso do cigarro.

 

No primeiro dia haverá visita para algumas instituições, bares, restaurantes, escolas e hotéis visando informar as pessoas sobre os malefícios do cigarro. No dia seguinte, quando será comemorado o Dia Nacional de Controle do Tabagismo, consta na programação uma ação no estacionamento do Paço Municipal Maria Quitéria, na avenida Getúlio Vargas, com orientações e distribuição de panfletos. Também serão ofertadas rosas brancas para os fumantes.

 

“No Caps Ad funciona o Programa Municipal de Controle ao Tabagismo, onde ofertamos um tratamento especializado, com uso de medicação específica do Ministério da Saúde, preconizada pelo Instituto Nacional do Câncer, e acompanhamento com psiquiatra”, pontua. A coordenadora acrescenta, ainda, que 60% dos pacientes do Caps Ad fazem uso do cigarro.

 

As informações são da Secom.