Destaques

Portal Cidade Gospel | Redação | Publicado em 09/06/2014

Sobrecarga de exercícios na academia pode causar lesões

59733-2Cada vez mais pessoas buscam uma melhor qualidade de vida e um corpo mais bem definido e saudável através da prática de exercícios físicos e perda de peso. Para isso, além de cuidar mais da própria alimentação, vão à busca de academias de ginástica. Contudo, na pressa por adquirir um corpo “ideal”, muitas pessoas intensificam as atividades físicas, aumentando os riscos de gerar lesões.

 

De acordo com Dr. Ricardo Cordeiro de Almeida (CRM 11865), ortopedista da Cotef, clínica especializada em ortopedia e traumatologia, em Itabuna, “as causas de lesões no sistema musculoesquelético são diversas e transitam desde a prática de exercícios em excesso até a realização de exercícios sem a devida orientação”, explica. Dores ao longo da coluna vertebral, principalmente região lombar e outras articulações, são muito frequentes.

 

“As dores lombares são muito mais comuns do que se pensa. São causadas por exercícios mal realizados, esforços repetitivos sem condições de realizá-los pelo praticante, condicionamento inadequado, excesso de peso, bem como erros posturais durante o exercício que pode levar o indivíduo a ter dor em qualquer local do corpo, durante ou após o exercício”, comenta o Dr. Ricardo.
As dores lombares podem acontecer em até 90% dos indivíduos, na prática desportiva ou na falta dela. No entanto, seguindo um tratamento correto, as dores podem desaparecer em pouco tempo, se bem diagnosticada.

Tratamentos para as lesões

 

Para uma maior eficiência nos tratamentos, é sempre importante destacar que, assim que a dor surja, deve-se procurar um especialista médico. Interromper o treino é uma boa medida. Evite fazer uso de medicação por conta própria na tentativa de aliviar a dor, pois além de mascarar a origem da dor, poderá aumentar o prejuízo ao organismo com a utilização de miorelaxantes e antinflamatórios. Os remédios têm indicações específicas e devem ser bem analisados. Evite a automedicação. As possibilidades terapêuticas são inúmeras e não necessariamente através de remédios.

 

Prevenção de lesões

 

Na opinião dos especialistas, a maioria dessas lesões pode ser prevenida com um treino adequado, progressivo e de preferência com acompanhamento de um profissional da área. É preciso valorizar o Educador Físico e ficar atento aos charlatões.

 

“Mas em caso dos indícios de uma possível lesão, escutar o próprio corpo pode ser uma boa saída. Na grande maioria das vezes, percebemos que nos machucamos, mas não damos a devida atenção. Respeite seu organismo e procure ajuda”, finaliza o Dr. Ricardo.