Esportes

Portal Cidade Gospel | Redação | Publicado em 05/07/2015

‘Sofremos gols por conta da nossa apatia’, diz Douglas Pires após derrota no BA-VI

RTEmagicC_15f1f84848.jpgO clima nos vestiários do Bahia após a goleada sofrida para o maior rival neste sábado (4) no Barradão, era de tristeza e apatia. Poucos se sentiram confortáveis de encarar os microfones e deixaram essa missão para os garotos da base.

 

Sem reação após o apito do árbitro, o atacante Jacó, 19 anos, teve dificuldade para explicar o que aconteceu com o Bahia. “Foi um dia feliz deles e infeliz nosso. Me desculpem, mas eu realmente não tenho o que falar. Não sei o que dizer”, admitiu.

 

Quem também não fugiu da responsabilidade foi Mário, 19 anos, que estreou no time profissional. “Não sei muito o que dizer. O que nos resta é trabalhar para, contra o Paysandu, a gente esquecer o dia de hoje e conseguir o triunfo. Infelizmente, nossa equipe errou passes demais, mas não temos tempo para ficar lamentando”, explicou.

 

Figurinha carimbada no time titular, o único que se colocou à disposição para falar pelo grupo foi o goleiro Douglas Pires. “Não foi um dia feliz, lógico. Não existem palavras para dizer ou explicar o que aconteceu aqui hoje (ontem).

 

A gente perdeu para o nosso maior rival e, para o que almejamos, não podemos dar esse mole. Sofremos gols por conta da nossa apatia em campo”, reclamou. O próximo jogo do Bahia é contra o Paysandu, terça, 19h30, na Fonte Nova.

 

Correio