Notícias do Mundo Gospel

Portal Cidade Gospel | Redação | Publicado em 12/09/2014

“Sou tão homofóbico quanto Jesus foi”, diz polêmico participante de reality show; Entenda

phil-robertson-duck-dynasty Nos Estados Unidos o reality show Duck Dinasty é um dos sucessos de audiência por causa da sinceridade dos membros da família que protagoniza o programa. Cristãos conservadores, os Robertson condenam publicamente a homossexualidade.

 

Por conta da postura politicamente incorreta, a família vem sendo tachada de homofóbica e gerando polêmicas intermináveis e chegou a fazer o reality show ser suspenso da programação do canal A&E.

 

Numa entrevista recente, o patriarca da família, Phil Robertson, afirmou que não odeia os homossexuais ou qualquer pessoa que pense diferente dele sobre o assunto.

 

No lançamento do livro “unPHILtered: The Way I See It” (“Sem filtros: o jeito que eu vejo as coisas”, numa tradução livre do inglês), Phil voltou a causar polêmica com afirmações fortes contra seus críticos e disse que pensa exatamente o que Jesus pensava sobre o tema.

 

“Eu sou tão homofóbico quanto Jesus foi”, afirmou Phil à rede de TV ABC News. “As pessoas que mantém um comportamento homossexual precisam saber que eu os amo”, acrescentou.

 

Além disso, ele defendeu sua opinião contra a homossexualidade afirmando que apenas reitera que somos todos pecadores: “Eu poderia ter dito que a pedofilia, o estupro, a homossexualidade são pecado. Para mim, eu estava apenas deixando claro para eles que são todos iguais. Pecadores”, polemizou.

 

Phil Robertson explicou que uma vez que os leitores mergulharem em seu livro, eles vão entender que a sua filosofia de vida é centrada em Deus, na família e amor, apesar de sua dura sinceridade. “As pessoas podem lê-lo e decidir por si mesmos, mas as pessoas precisam ter em sua cabeça que eu não odeio ninguém”.

 

O escritor também aproveitou a oportunidade para contar a história de sua vida antes de se converter ao cristianismo aos 28 anos. Ele disse que era conhecido por sua luta contra o álcool e que em algum momento da sua vida finalmente encontrou a Deus e obteve o grau de mestre em Educação pela Louisiana Tech University, onde também jogou futebol americano: “Eu sou um homem altamente educado, talvez isso seja um choque para alguns. Eu tenho um mestrado. Não sou dumbo. Na verdade, eu prefiro ser considerado ignorante, mas ser muito mais inteligente do que eles pensam que eu sou do que o contrário”, concluiu.