Notícias do Mundo Gospel

Portal Cidade Gospel | Redação | Publicado em 01/06/2016

Televisão palestina ensina crianças a matar judeus

1

Uma peça infantil, com crianças entre 4 e 7 anos de idade, causou revolta em Israel nos últimos dias. Em abril, o canal de televisão do grupo político-militar Hamas exibiu imagens de um ‘festival cultural’ para telespectadores em Gaza e na Cisjordânia.

 

Em cena, meninos e meninas vestindo roupas militares encenam uma preparação para o combate com réplicas de facas, armas, metralhadoras e canhões. O objetivo seria ensinar sobre a guerra contra Israel. Chama atenção que ele não revela como eventualmente deveriam se defender, mas ensina como atacar.
Na televisão, a peça mostra uma das apresentações do festival, onde uma menina palestina tenta matar guardas judeus com uma faca. Ela é baleada e cai no chão em meio aos gritos da plateia. Outras meninas se aproximam e choram sobre seu “corpo”.

 

“Não fique zangadas com ela”, diz uma voz no alto-falante. “Ela é o seu sangue, sua carne e sua honra”, insiste a voz. A plateia aplaude. Na cena seguinte, um menino usando a máscara típica dos terroristas palestinos atira em um soldado e liberta um companheiro da “prisão”.

 

Com o nome de “Festival Palestino para Crianças e pela Educação”, o evento foi patrocinado por várias ONGs internacionais que dizem fazer investimentos na área educacional.

 

Ofir Gendelman, porta-voz do primeiro-ministro Benjamin Netanyahu comparou a peça aos vídeos de recrutamento do Estado islâmico. “Se eles fazem isso em peças da escola não é de admirar que seus filhos façam ataques reais quando forem mais velhos”, disparou.

 

As Forças de Defesa de Israel estão exibindo na internet parte de outro vídeo para alertar o mundo sobe a doutrinação extremista muçulmana. Com data de maio e contando com crianças mais velhas que o primeiro, a ideia é a mesma. Mesmo para quem não fala árabe, é possível ver na peça que o “inimigo” está por trás de uma bandeira de Israel.

 

Esse tipo de ação na televisão e nas escolas da Autoridade Palestina não é nova. Em várias outras ocasiões, programas de TV ensinavam crianças a odiar Israel desde a primeira infância.

 

GOSPEL PRIME