Mens. & Reflexões

Portal Cidade Gospel | Redação | Publicado em 15/09/2014

Tem cuidado de ti mesmo

unnamed“muitos não vêem mais no ministério significado para a vida.”

 

Quando percebemos as motivações que tomam o coração dos pastores não fica difícil notar que existe uma turma, e diga-se de passagem, uma turma grande, que caminha ministerialmente como se tivesse em uma competição. Dois pontos mostram que isso tem acontecido. Primeiro, os pastores estão o tempo todo preocupados em “fazer as coisas acontecerem”, talvez por necessitarem de aprovação. Alguns dias atrás, ouvindo uma palestra sobre liderança, o palestrante disse que em uma pesquisa a classe pastoral foi considerada uma das mais inseguras, então, talvez, a busca pelos resultados esteja baseado na insegurança do pastor. Segundo, estão “querendo chegar a algum lugar”, que muitas vezes nem sabe onde é, e como chegar, mas, querem chegar há algum lugar, podemos chamar isso de insatisfação ministerial? Por viver cuidando da igreja que é a sua grande paixão, ao mesmo tempo pode não ser o lugar da sua realização, por que nem sempre os resultados esperados chegam. Esses são somente alguns perigos de muitos que cercam a caminhada pastoral, por isso vale a pena pensar no que Paulo esta dizendo sobre “cuidar de ti mesmo”.

 

Ao dizer a Timóteo para “cuidar de si mesmo”, esta se referindo a uma espécie de prevenção, porque quando menos se espera o jovem pastor já se vê tomado pelo desejo de fazer tudo acontecer, e fazendo qualquer negócio para chegar a algum lugar. Por isso, o jovem pastor deve ser criterioso acerca de duas coisas: ser diligente no ensino; conservar a integridade pessoal. O ensino será de pouco valor se não houver uma correspondente retidão e santidade de vida. A recomendação é para que jamais se prostre exausto, porque muitas coisas sucedem que podem desviar-nos da trajetória. Cuidar de si mesmo significa estar atento aos seus deveres, seus dons, seu privilégio de atingir as profundezas da promessa de Deus.

 

Paulo termina o versículo 16 dizendo qual é o resultado na vida do pastor que “cuida de si mesmo”; “porque, fazendo assim, salvarás tanto a ti mesmo como aos teus ouvintes”. O que Paulo esta dizendo é que pastores que buscam sua glória pessoal, se alimentem de sua própria ambição e se congratulem com sua própria engenhosidade; pastores que buscam ter uma vida para a glória de Deus, contentem-se em viver uma profunda devoção e exclusiva salvação de si mesmo e de sua igreja.

 

Por que salvar a si mesmo? Porque muitos tem perdido a alma na trajetória pastoral. Ao dizer isso não me refiro ao perder da alma no sentido escatológico, mas, perder a alma aqui e agora, perderam a sensibilidade, acabou a integridade, se foi a busca por uma vida santa, acabou, a capacidade de se encantar com beleza do Reino sendo estabelecido no coração de gente comum; perderam a alma ao se distanciarem dos laços familiares, do amor conjugal, do diálogo com seus filhos, perderam a alma ao não pensar mais em entregar sua vida para a igreja de Cristo, quando digo igreja me refiro a igreja local, a igreja como baluarte da verdade, muitos não vêem mais no ministério significado para a vida.

 

Que a graça e a misericórdia de Deus esteja salvando pastores, ao mesmo tempo que pastores estejam salvando a si mesmos, entendendo que salvar a si mesmo é algo que acontece quando obedecem a sua vocação, cumprindo fielmente o chamado.

 

Fonte: Sepal