Notícias do Mundo Gospel

Portal Cidade Gospel | Redação | Publicado em 07/12/2016

“Todos se encontrarão com Cristo, mesmo que não acreditem nele”, diz pastor sobre Juízo Final

1874620108-pastor-greg-lauriePopular evangelista e autor de mais de 70 livros, o pastor Greg Laurie, pregou recentemente sobre o capítulo 20 do livro de Apocalipse, lembrando que a passagem expõe a história de Satanás sendo aprisionado por mil anos no Inferno.

 

Para explicar o contexto, o pastor disse que ele acredita que o próximo evento no calendário profético de Deus é o Arrebatamento, e então virá a Tribulação de sete anos, seguida pela Segunda Vinda de Cristo, levando ao reinado do milênio mil anos de reinado sobre os sobreviventes da Grande Tribulação.

 

“Durante o período milenar”, acrescentou Laurie, “haverá paz mundial pela primeira vez, haverá alegria e felicidade, e nenhuma deficiência. As pessoas terão vidas longas, o reino animal será subjugado, haverá justiça universal, a maldição do pecado será suspensa e a santidade prevalecerá”.

 

No entanto, a passagem de Apocalipse 20:7-10 fala sobre mais uma batalha, Laurie disse à congregação, explicando que é quando Satanás será liberto de sua prisão.

 

“Satanás enganará os descendentes dos sobreviventes da Tribulação que ainda têm natureza pecaminosa”, afirmou. “Mas então Satanás enfrentará o julgamento final, que nos leva ao Grande Julgamento do Trono Branco”.

 

Pastor Greg Laurie destacou que Bíblia ensina que há dois tipos de morte: física e espiritual. “Jesus advertiu que devemos temer a segunda morte mais do que a primeira morte. Ela significa a separação espiritual de Deus”.

 

O pastor disse, então: “A eternidade para os filhos de Deus são como o dia no qual o sol não se põe. Já a eternidade para os ímpios é como a noite que não tem amanhecer”.

 

Laurie explicou: “O trono branco é chamado de grande por causa de seu poder e finalidade. É também chamado de branco por causa de sua pureza”.

 

O pastor também buscou esclarecer os fatos sobre o destino do indivíduo após a morte.

 

“Quando um cristão morre, ele ou ela vai para o céu, e quando um descrente morre, ele ou ela vai para o Hades” disse o pastor, referindo-se ao evangelho segundo Lucas 16:22-23.

 

“As pessoas no Hades estão plenamente conscientes e com dor… Uma vez que você está no inferno, não pode mais ir para o céu”, afirmou.

 

Continuando a esclarecer fatos sobre o grande número de crenças sobre a vida após a morte, Laurie destacou que não há qualquer informação confiável sobre o assunto, que esteja fora das Escrituras Sagradas (Bíblia).

 

“O único relato confiável da vida após a morte é a Bíblia”, afirmou o pastor desconsiderando relatos de pessoas que descreveram suas experiências pessoais fora de seus próprios corpos em vários livros.

 

“Boas intenções” não bastam
Mas quem sofrerá esta segunda morte? Pastor Laurie lembrou que “Todos aqueles que rejeitaram o perdão dado por Deus” terão este trágico destino. Ele também acrescentou: “Veja bem, eu não disse que são pessoas ruins”.

 

Tanto pessoas más como aqueles que são aparentemente justas e bondosas poderão estar no inferno, segundo Greg Laurie. “Os procrastinadores e membros da igreja não salvos também estarão lá, porque nunca decidiram acreditar realmente em Deus”, acrescentou.

 

Por que eles estão lá? Porque “eles não creram”, Laurie respondeu, citando João 3:18.

 

O propósito para o julgamento final é deixar que os não-crentes saibam por que eles são condenados, ele disse aos ouvintes.

 

“Um dia, cada pessoa na terra se encontrará com Jesus Cristo, mesmo se eles não crêem que Cristo existe. Todos se encontrarão com Jesus Cristo, porque isso é inevitável e se eles não o reconhecerem como seu Salvador, Ele será seu juiz”, avisou Laurie.

 

“O inferno é uma prisão na qual as portas são trancadas são trancadas de fora por Deus”, disse o pastor, concluindo que muitas vezes, o ser humano escolhe ir para o inferno, enquanto Deus quer ver sua criação indo para o céu.

 

GUIAME