Notícias

Portal Cidade Gospel | Redação | Publicado em 08/01/2018

Troca pode reduzir valor de compra na Feira do Livro

A Feira do Livro, que já abriu a sua temporada anual, no estacionamento em frente ao prédio da Prefeitura de Feira de Santana, não é apenas um local de venda de publicações didáticas. Ali acontece também a troca de exemplares.

 

As bancas montadas no local aceitam dos clientes seus livros usados, para descontar do preço do material adquirido, reduzindo o desembolso. A feira, que acontece há 11 anos, termina dia 3 de março.

 

Joel Conceição (foto), antigo cliente do espaço, levou alguns exemplares numa sacola de plástico. Ele queria vende-los ou fazer “moeda de troca”, para reduzir a despesa na compra de outros livros para a filha. “Afinal, a aqui não é apenas local de venda. É ponto de compra e troca, também. Sempre venho aqui e faço bons negócios. Qualquer economia que se faça é importante”, diz ele.

 

Após pesquisa no comércio, chegou a conclusão que se fosse comprar os livros que constam na lista da escola para este ano em uma livraria investiria R$ 1,8 mil. Entretanto, na Feira do Livro Usado, espera gastar menos da metade.

 

Os pais devem ficar de olho no ano da edição pedida pela escola, caso contrário a boa compra termina em prejuízo e dor de cabeça. “Ficar atento às informações da lista é fundamental para que a compra seja bem feita”, indica Cristiane da Silva Costa (foto), mais uma mãe de estudante que também observa os livros expostos nas bancas e espera mais uma vez economizar na compra para os dois filhos. O estado físico do livro também conta, diz ela.

 

Os pais devem ficar de olho no ano da edição pedida pela escola, caso contrário a boa compra termina em prejuízo e dor de cabeça. “Ficar atento às informações da lista é fundamental para que a compra seja bem feita”, indica Cristiane da Silva Costa (foto), mais uma mãe de estudante que também observa os livros expostos nas bancas e espera mais uma vez economizar na compra para os dois filhos. O estado físico do livro também conta, diz ela.

 

Os pais devem ficar de olho no ano da edição pedida pela escola, caso contrário a boa compra termina em prejuízo e dor de cabeça. “Ficar atento às informações da lista é fundamental para que a compra seja bem feita”, indica Cristiane da Silva Costa (foto), mais uma mãe de estudante que também observa os livros expostos nas bancas e espera mais uma vez economizar na compra para os dois filhos. O estado físico do livro também conta, diz ela.

 

Portal CIdade Gospel, com informações da PMFS