Notícias do Mundo Gospel

Portal Cidade Gospel | Redação | Publicado em 28/01/2016

Universal nega que tenha obrigado fiéis a comprarem ingressos do filme “Os Dez Mandamentos”

os-dez-mandamentos-pre-venda-ingressosA Igreja Universal do Reino de Deus negou as informações veiculadas na imprensa de que seus pastores e bispos estariam incentivando fiéis mais abastados a comprarem ingressos extras do filme “Os Dez Mandamentos” e doarem aos frequentadores com menores condições financeiras.

 

Essa acusação foi feita em uma matéria do site Notícias da TV, por um de seus repórteres, que afirmou ter presenciado um pedido de contribuição para esses fins durante uma reunião na antiga sede da denominação em São Paulo, situada na avenida João Dias, no bairro Santo Amaro.

 

No comunicado, publicado no site oficial da denominação, as afirmações acima são negadas de forma enfática, embora a Igreja Universal admita que tem se empenhado na divulgação do filme.

 

“A Igreja Universal do Reino de Deus tem apoiado, juntamente com nossos grupos voluntários e de projetos beneficentes em todo Brasil, que o público em geral tenha a oportunidade de assistir ao filme ‘Os Dez Mandamentos’. Trata-se apenas de uma mobilização em prol de uma obra cinematográfica que promove a evangelização, ao tratar os valores bíblicos com respeito”, pontua o texto.

 

A denominação do bispo Edir Macedo, proprietário da TV Record, classifica como “sórdida” a postura de “setores da imprensa”, que estariam tentando “desvalorizar um sucesso que já é histórico na dramaturgia nacional”.

 

“Um conhecido colunista do portal UOL chegou a divulgar o absurdo de que bispos e pastores da Universal estariam ‘obrigando’ adeptos e simpatizantes a adquirirem ingressos para o filme. Outro portal de notícias sobre televisão, abrigado no mesmo UOL, insinuou que a própria Igreja estaria comprando bilhetes para adulterar a bilheteria da obra cinematográfica. A Universal jamais obrigou seus adeptos a praticarem qualquer ato. A Universal não adquiriu nenhum ingresso para o filme ‘Os Dez Mandamentos’”, frisou.

 

A Universal se disse espantada com o que classificou de “obsceno preconceito religioso” nas acusações da mídia: “Será que houve alguma dúvida da imprensa sobre o número de espíritas que foram assistir ao filme sobre a vida de Chico Xavier? Ou pelos católicos que se interessaram no filme sobre Nossa Senhora Aparecida? Questionar o apoio e o empenho da Universal para que seus membros assistam a uma obra de tamanha qualidade, tão alinhada com a fé bíblica é um tremendo contrassenso. Segundo dados oficiais de audiência, a novela ‘Os Dez Mandamentos’ alcançou 144 milhões de pessoas no Brasil, de todas as religiões e credos. Os valores familiares e morais promovidos na novela tocaram profundamente muitas dessas pessoas. Portanto, é natural que o filme atraia milhões para os cinemas — e não um fato anormal, como alguns veículos da imprensa afirmam”, concluiu o comunicado.

 

Gospel +