Destaques

Portal Cidade Gospel | Redação | Publicado em 13/11/2016

Universitários cristãos criam projeto para ressocializar moradores de rua, em SP

02Segundo uma pesquisa feita pela Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe), 15.905 pessoas estão em situação de rua na cidade de São Paulo. Esse cenário se estende até o interior do estado. A partir dessa percepção, um grupo de universitários cristãos resolveram fazer algo por essas pessoas. O “Ajuda Urbana”, formado por jovens estudantes do Centro Universitário Adventista de São Paulo (Unasp), campus Engenheiro Coelho tem feito a diferença.

 

É o exemplo de Mogi Guaçu, cidade com 146.114 habitantes, localizada na Região Metropolitana de Campinas. A região é um dos municípios que conta com a colaboração do grupo Além de Mogi Guaçu, Cosmópolis também recebe o apoio dos voluntários.

 

A doméstica Cida Marques é um exemplo de pessoa que recebeu ajuda do grupo há dois anos e teve sua vida transformada. Tudo começou quando ela ouviu alguém dizer: “Como você se chama?”. A partir daquele questionamento, sua vida mudou. Ela saiu das ruas há dois anos. “Eles me encontraram na rua e tudo mudou da água para o vinho. Eles me deram comida e não só isso, mas um abraço e um gesto de carinho que na rua a gente não tinha”, relembrou.

 

Uma relação de afeto

 

Toda sexta-feria, membros do grupo vão até a cidade para levar roupas, alimentos, cobertores e atenção às pessoas que vivem nas ruas. Adriel Morais é o líder do grupo que atua em Mogi. Ele explicou que a relação com os moradores não é algo superficial, mas afetiva. “Eles nos consideram como família e toda sexta-feira eles nos esperam. É um momento extraordinário em que eles não estão usando drogas. Eles param para conversar com a gente”, pontuou.

 

Para além do trabalho social, ajudando a suprir as necessidades físicas dos moradores, o “Ajuda Urbana” tem a missão de levar essas pessoas para um novo caminho, conduzindo-os para clínicas de reabilitação aqueles que demonstram interesse em mudar.

 

GUIAME