Notícias

Portal Cidade Gospel | Redação | Publicado em 14/08/2015

Vaqueiros e pecuaristas serão homenageados na 40ª Expofeira

1482015082726Os vaqueiros e três pecuaristas serão homenageados durante a 40ª Exposição Agropecuária de Feira de Santana, em espaços próprios. O Memorial do Vaqueiro já está sendo construído e o Museu da Expofeira vai ser iniciado nos próximos dias.

 

Figura mítica que sobre o lombo do cavalo enfrenta sem medo os perigos da caatinga, o vaqueiro terá a sua indumentária mostrada no espaço a ele destinado, uma casa de taipa, que está sendo construída no Parque.

 

O equipamento, todo em couro curtido – preferencialmente de boi, usado pelo vaqueiro, vai ser mostrado no espaço. Para correr atrás do gado desgarrado e enfrentar as perigosas pontas de pau e espinhos, ele vestia o gibão, guarda-peito, perneira, chapéu e luvas, mais o sapato. Uma verdadeira armadura encouraçada.

 

O cavalo é equipado com guarda-peito. Também fazem parte a careta, que é colocada no bicho depois de derrubado, e o cambão, que é um pedaço de madeira parecido como uma estaca, que é pendurada no pescoço da rés brava, e o chocalho, mais um buzu, o berrante sertanejo que é feito com o chifre do bicho.

 

Os três personagens que neste ano serão homenageados no Museu da Expofeira serão Arzênio Sampaio Barreto, criador de premiados cavalos de raça; Cori Neto, que se notabilizou na criação de pôneis e ovinos e Tarzan, um dos pioneiros regionais na seleção do bovino nelore. Todos já falecidos e que contribuíram e se esforçaram muito para o engrandecimento da Expofeira.

Arzênio Sampaio Barreto e Tarzan também darão nomes para os espaços onde são realizados os julgamentos dos bovinos e equinos. “Os vaqueiros são personagens que habitam o nosso sertão e que são extremamente importantes para as fazendas e os três homenageados deram tudo de si para que a Expofeira chegasse onde chegou, tanto em termos de participação de expositores como na qualidade dos animais que para aqui são trazidos”, afirmou Wellington Andrade.