Notícias

Portal Cidade Gospel | Redação | Publicado em 27/11/2014

Vereador faz exigências para votar na LOA

imageO vereador Edvaldo Lima (PP) , em discurso proferido na tribuna a Câmara Municipal, nesta quarta-feira (26), garantiu que vai votar contrário ao projeto da Lei Orçamentária Anual (LOA) para o exercício de 2015, de autoria do Executivo Municipal, caso não atenda às leis federais que contemplam as categorias dos professores e dos agentes de saúde, respectivamente.

 

“Recebi a APLB e eles explicaram que o piso salarial dos professores do município também não corresponde ao garantido por lei. Eu me comprometi em não votar se não tiver contemplado o piso salarial da educação e o da saúde”, disse o edil.

 

Edvaldo informou que a APLB Sindicato pede o cumprimento da lei federal de nº 11.738/08, no que tange as questões do pagamento do piso salarial do magistério, no mês de janeiro/2015, bem como a reserva de um terço da carga horária do professor em sala de aula. Já os agentes de saúde exigem o pagamento do piso salarial fixo de R$ 1.014,00, que foi regulamentado pela lei federal de nº 12.994/2014.