Notícias do Mundo Gospel

Portal Cidade Gospel | Redação | Publicado em 16/09/2014

Vereador propõe ‘botar os homossexuais em uma ilha por 50 anos’ durante discurso

xIMAGEM_NOTICIA_5.jpg.pagespeed.ic.cTYod0Qh3ZO vereador de Dourados (MS) Sérgio Nogueira (PSB) afirmou durante discurso na tribuna da Câmara Municipal da cidade que os homossexuais deveriam ser enviados a uma ilha por 50 anos para ilustrar o que considera um meio de comprovar a inviabilidade dos núcleos familiares compostos por pessoas do mesmo sexo.

 

“Não podemos passar a ideia de que o anormal é normal. Bota as pessoas que pensam assim numa ilha por 50 anos. Coloca essas pessoas numa ilha e depois de 50 anos volta para ver; não vai ter mais ninguém”, afirmou nesta segunda-feira (15). De acordo com o parlamentar Alan Guedes (DEM), a fala foi uma metáfora, motivada por seminários contra a homofobia que a Secretaria Municipal de Assistência Social organiza para Dourados. Nogueira, que também é pastor evangélico, teria sido convidado para o evento.

 

“Para esse governo a família tem que ser desconstruída no seu padrão normal para dar lugar a outros conceitos de família. Isso vem rasgar nossa Constituição ao meio, dizer que família é qualquer coisa” ressaltou Nogueira, ao culpar o governo federal por atuar em uma suposta “desconstrução da família brasileira”. Ele ainda chamou representantes da igreja católica para unirem forças contra “a prática do homossexualismo condenada nas escrituras sagradas”. A reportagem tentou contato com o parlamentar, mas sem sucesso.

 

Bahia Notícias.