Esportes

Portal Cidade Gospel | Redação | Publicado em 26/09/2016

Vitória vence o São Paulo e segue fora da zona de rebaixamento

ecvitoriaNada de corda no pescoço. O Leão se impôs, mostrou quem manda dentro de seu território e se manteve fora da zona de rebaixamento após vencer o São Paulo por 2×0, no domingo (25), no Barradão. Ufa! Mais propositivo durante todo o jogo, o rubro-negro definiu a partida na etapa final e, sem passar sustos, administrou o oitavo triunfo vermelho e preto no Brasileirão.

 

O primeiro lance de perigo foi do Vitória e saiu aos 17 minutos do 1º tempo. Pela esquerda, Diego Renan fez cruzamento na medida e Zé Love testou bonito. A bola tirou tinta da trave, mas foi pra fora. Depois, foi a vez de Diogo Mateus arriscar. Ele bateu forte de fora da área, mas também errou a pontaria.

 

O São Paulo acordou para o jogo aos 31 minutos com Luiz Araújo, que aproveitou o contra-ataque pra ficar cara a cara com Fernando Miguel. O goleiro rubro-negro levou a melhor e fez boa defesa. Na sequência, o próprio Luiz Araújo arriscou de fora da área e mandou a redonda na trave. Lá e cá, Zé Love também mandou a bola no travessão no finalzinho da etapa inicial após matar no peito o passe de Diego Renan. Foi por pouco.

 

GOL E ALÍVIO
A torcida do Vitória não precisou esperar muito no segundo tempo para comemorar. Logo aos seis minutos, Marinho cobrou falta açucarada, acertou o ângulo esquerdo e marcou um golaço no Barradão, o 14º dele na temporada: 1×0.

 

Depois do gol marcado pelo Leão as duas equipes não produziram lances emocionantes até que, aos 26 minutos, o Vitória recebeu uma ajudinha do São Paulo para ampliar o placar. Após cobrança de falta de Marinho, Lyanco colocou a cabeça na bola e marcou contra: 2×0. Kieza saiu comemorou como se o gol tivesse sido dele, mas a assinatura foi mesmo do zagueiro rival.

 

Nos acréscimos, Zé Love ainda teve chance de ampliar, mas Dênis fez bela defesa com os pés e o placar ficou mesmo em 2×0. O Leão volta a campo sábado, às 16h, contra a Chapeconense, na Arena Condá.

 

Correio