3ª Conferência Municipal de Política para as Mulheres de Feria de Santana vai acontecer no dia 2 de abril

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on google
Google+
Share on whatsapp
WhatsApp

A 3ª Conferência Municipal de Política para as Mulheres de Feria de Santana vai acontecer no dia 2 de abril. A convocação foi publicada nesta terça-feira, 10, pela Prefeitura.

Terá como tema, em concordância com a conferência nacional, “Garantias e avanços de direitos das mulheres: democracia, respeito, diversidade e autonomia”.

Os eixos temáticos serão os seguintes: “A política nacional para as mulheres: avanços e desafios e o papel do Estado na gestão das políticas para as mulheres”.

Mais: “O Sistema Nacional de Políticas para as Mulheres: propostas de estrutura, inter-relações, instrumentos de gestão, recursos, política nacional de formação, estratégias de institucionalização, regulamentação e implementação do Sistema”.

E o terceiro: “Políticas Públicas Temáticas para as Mulheres: avanços e desafios e enfrentamento às violências, saúde integral, trabalho, autonomia econômica, participação nos espaços de poder e decisão, educação para a igualdade e diversidade”.

A Comissão Organizadora, conforme resolução Conselho Municipal de Defesa dos Direitos da Mulher, será composta por representantes da Secretaria de Desenvolvimento Social, Cristiano Queiroz da Silva, do Conselho Municipal de Defesa dos Direitos da Mulher, Moema Pinto Franco Pedreira.

Mais representantes da Secretaria de Educação, Ana Maria Alves dos Santos e Silva, do Conselho Municipal dos Direitos da Pessoa Idosa, Cacilda Miranda da Silva, do Conselho Municipal de Defesa dos Direitos da Mulher, Maria Josailma Ferreira Lima Santos.

E do Sintraf/Feira (Sindicato dos Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais da Agricultura Familiar de Feira de Santana) Lucivânia Gomes da Silva, da OAB, Nagilla Larissa Gomes Santiago Leite e do Coletivo de Mulheres, Ana Rita da Costa Oliveira.

O Regulamento e o Regimento da Conferência serão elaborados pela Comissão Organizadora, com base nas orientações da 5ª Conferência Nacional de Políticas para as Mulheres, por ato Secretário do Desenvolvimento Social. Os documentos tratarão do processo democrático de escolha de seus delegados.

OUTRAS NOTÍCIAS