Pastor Guilherme de Pádua exclui perfil após anúncio de documentário sobre Daniella Perez

Share on facebook
Share on twitter
Share on google
Share on whatsapp

Guilherme de Pádua ‘sumiu’ das redes sociais. O atual pastor em uma igreja evangélica de Belo Horizonte, em Minas Gerais, deletou o perfil que tinha no Instagram com 40 mil seguidores após o anúncio da produção de um documentário sobre a atriz Daniella Perez. Ele agora só possui um perfil privado com 600 seguidores.

Guilherme de Pádua, que foi condenado pelo crime, também deixou de atualizar seu canal no YouTube, no qual vinha, há dois anos, postando vídeos sobre sua conversão.

Estrela de novelas, Daniella foi assassinada, em dezembro de 1992, a tesouradas pelo então companheiro de cena, Guilherme de Pádua, que fazia par com ela em “De corpo e alma” (de autoria de Glória e que estava no ar, na época) e pela então mulher dele, Paula Thomaz, num crime que chocou o país.

Cinco anos depois do assassinato, Guilherme e Paula foram condenados a 19 anos e seis meses de cadeia. Posteriormente, a pena foi reduzida a seis anos.

Fonte – Isto é/ Extra

OUTRAS NOTÍCIAS