Destaques

Portal Cidade Gospel | Redação | Publicado em 30/10/2019

‘A Dona do Pedaço’: personagem ‘convertido’ é tratado como radical por faltar a casamento gay

Walcyr Carrasco, autor da novela A Dona do Pedaço, deverá incluir uma cena na reta final da novela que um de seus personagens, já convertido, irá se recusar a comparecer a uma cerimônia de união de pessoas do mesmo sexo, popularmente chamada de “casamento gay”.

 

O autor já garantiu que a principal vilã do folhetim, Josiane, irá se arrepender de seus crimes após ser presa e lerá a Bíblia como forma de passar o tempo. Essa leitura irá impactar a personagem, que buscará a redenção.

 

Agora, de acordo com a jornalista Patrícia Kogut, colunista do jornal O Globo, o personagem Régis irá se tornar evangélico por influência da própria Josiane. “Ao receber uma visita do ex na cadeia, ela falará sobre sua nova religião”, resumiu a especialista em novelas.

 

Um diálogo entre os personagens teria vazado:

 

– O pastor que vem aqui faz cultos lá fora também, ele me disse onde é, se tiver interesse…
– Estranho, não é? Eu sempre me senti perdido, mergulhado na escuridão. Agora você, justamente você, está me dando uma luz.

Após essa conversa, Régis fará uma visita à igreja indicada por Josiane e durante o culto se emocionará com a mensagem. O pastor, então, conversará com o rapaz. Caso o diálogo relatado por Patrícia Kogut seja verdadeiro, o autor se valeu de estereótipos para representar um momento de conversão:

 

– A fé é o caminho. Deixe a fé entrar dentro de você.
– Mas eu não sei – hesitará Régis.
– Somente diga comigo. Jesus, venha até mim.
– Jesus, venha até mim.
– Mais forte. Sinta a presença dele!
– Jesus… Jesus venha até mim. Jesus venha até mim.

 

“Todos os presentes aplaudirão Régis, que abraçará o pastor. Alguns dias depois, ele contará a novidade para Gladys (Nathalia Timberg) e Lyris (Deborah Evelyn). No último capítulo da novela, haverá uma passagem de tempo e Régis se recusará a comparecer ao casamento de Agno (Malvino Salvador) e Leandro (Guilherme Leicam)”, diz a matéria publicada pelo principal jornal do Grupo Globo.
Ainda de acordo com o vazamento dos diálogos da novela A Dona do Pedaço, a justificativa para a recusa em comparecer à cerimônia de união de pessoas do mesmo sexo será o comprometimento do personagem com sua fé.

 

– O Régis se converteu e é sério. Não que seja contra você, Agno, mas preferiu não comparecer – diz Gladys.
– O Régis ficou radical – reclamará Lyris.
-Não me sinto ofendido. Se essa conversão fez bem para o Régis, sou o primeiro a aplaudir – comentará Agno. – Só não entendo por que tanta gente se preocupa com quem o outro está dormindo. A minha filha, por exemplo, demorou para aceitar que sou gay.

 

A conversa mostra o ponto de vista que o autor e a militância LGBT sustentam sobre o tema, desconsiderando os valores que cristãos priorizam e classificando essa defesa de princípios (como não compactuar com um casamento gay) como radicalismo.

 
Gospel +