Versículo do dia
E respondeu e me falou, dizendo: Esta é a palavra do Senhor a Zorobabel, dizendo: Não por força, nem por violência, mas pelo meu Espírito, diz o Senhor dos Exércitos.

A Importância de ser Grato

Share on facebook
Share on twitter
Share on google
Share on whatsapp

como_ser_agradecidoEstá faltando gratidão nos relacionamentos. A ingratidão tem dominado os corações de tal forma que está desaparecendo do vocabulário das pessoas até aquela simples expressão de agradecimento: o muito obrigado.

 

Agradecer é sobretudo, reconhecer o benefício ou favor recebido e dar o devido mérito ou recompensa àquela pessoal que foi o canal para que aquela situação acontecesse.

 

Está faltando gratidão nas famílias. Filhos rapidamente esquecem o que os pais por eles fizeram. São muitos os pais que chegam ao final da vida absolutamente desamparados enquanto os filhos gozam de boa vida. São muitos os filhos que não reconhecem o investimento que seus pais fizeram ou estão fazendo em suas vidas. Falta gratidão também nos relacionamentos conjugais. Maridos que não reconhecem a dedicação e cooperacão de suas esposas, mulheres que não reconhecem o esforço e lealdade dos seus maridos.

 

Está faltando gratidão nas igrejas. As ovelhas depois de bem cuidadas, saradas e alimentadas esquecem o benefício recebido e não agradecem ao seu pastor. Há pessoas que foram quase que literalmente carregadas no colo por um pastor, discipulador ou líder de um ministério e depois de ver concluída a sua restauração dão as costas à igreja sem expressar o menor reconhecimento e gratidão pela assistência que lhes foi dispensada naquele lugar. As pessoas hoje saem das igrejas sem ao menos comunicar à sua liderança. Mas há também líderes que não reconhecem o apoio que lhes dão seus auxiliares e pessoas ao redor. Pastores que nunca reconhecem o valor e trabalho que tem sido feito e tem cooperado para o progresso do seu ministério. Isso também é ingratidão.

 

Está faltando gratidão para com Deus.
Ao Eterno devemos tudo. A nossa vida, o nosso sustento, a nossa saúde, a nossa salvação. Mas quantos são gratos a Deus e expressam isso não somente em palavras, mas com atitudes também?

 

O Evangelho de Lucas conta a experiência que Jesus teve ao curar 10 leprosos (Lc. 17:11-19). Aqueles homens andavam juntos devido às suas condições de excluídos da sociedade. Estavam unidos pela dor e foram juntos ao encontro de Jesus e imploraram compaixão. Jesus lhes envia ao sacerdote e no caminho eles são curados. Para surpresa de Jesus apenas um, que era samaritano, voltou para agradecer. E Jesus perguntou: “Não foram 10 os curados, onde estão os nove?

 

A ingratidão surpreende até mesmo o Filho de Deus. Aprendamos aqui três princípios importantes para sermos gratos a Deus e aos homens.

 

1. Volte para agradecer

 

Aquele samaritano voltou para agradecer a Jesus e o fez de forma intensa e entusiasmada. Ele não voltou para cumprir um protocolo ou obrigação. Ele estava grato de todo coração. Volte àquela pessoa, àquela família, àquela igreja e pastor, volte aos seus pais e agradeça. Faça reconhecimento público. Não esqueça do benefício que recebeu em algum momento da sua história. Deus disse: “Guarda-te de que não te esqueças do Senhor teu Deus depois de estares fartos…” DT. 8:11-14. Voltar para agradecer é priorizar as pessoas que nos abençoaram. O Salmo 103:2 diz: ” Bendize ó minha alma ao Senhor e não te esqueças de nenhum só dos seus benefícios.”

 

2. Faça a diferença

 

Entre 10 leprosos que foram curados apenas 1 retornou para agradecer. Me chama a atenção o fato dele não ter se incomodado em voltar sozinho a Jesus. Os demais seguiram sua caminhada, mas ele retornou e agradeceu. Faça a diferença! Tenha a coragem de ser diferente. Ainda que ninguém agradeça, faça você. Ainda que ninguém te agradeça, faça assim com as pessoas ao seu redor. Façamos como o samaritano, não sejamos maria-vai-com-as-outras.

 

3. Dê glória a Deus

 

O samaritano voltou glorificando em alta voz e prostrou-se aos pés de Jesus adorando e agradecendo. Que coisa linda. Que gesto maravilhoso. Reconhecer é tudo! Reconheça que foi Deus que fez, que é Deus quem faz, que é Deus quem fará. Aquele homem sabia a fonte do seu milagre. Não veio dele próprio, veio de Deus.
Por isso deixe de tanta murmuração, tanta queixa, tanto azedume na alma e contemple os muitos motivos para agradecer e glorificar ao Senhor.

 

Pr.Valdivan Conceição Nascimento, graduado em Geografia pela UEFS e especialista em Educação a Distância pela UNEB. Casado com Dailza Nascimento e pai de Caio Felipe. Escritor do livro Pequenos Grupos para Comunhão e Crescimento da Igreja (2014). Pastor titular da Igreja Evangélica Avivamento Bíblico em Feira de Santana-BA. Exerce atualmente a função de Secretário Regional de Educação junto ao Conselho Regional Nordeste.

 

http://valdivannascimento.blogspot.com.br/

OUTRAS NOTÍCIAS