Versículo do dia
Trazei todos os dízimos à casa do tesouro, para que haja mantimento na minha casa, e depois fazei prova de mim, diz o Senhor dos Exércitos, se eu não vos abrir as janelas do céu e não derramar sobre vós uma bênção tal, que dela vos advenha a maior abastança.

Americanos acreditam que ciência e religião estão em conflito

Share on facebook
Share on twitter
Share on google
Share on whatsapp

xciencia-e-religiao-299x200.jpg.pagespeed.ic.FwBtIt2X7JO Pew Research Center divulgou na semana passada uma pesquisa sobre como os americanos encaram a ciência e a religião, falando também a respeito da criação do universo e evolução da humanidade.

 

 
Pelos dados coletados, 86% dos entrevistados sem filiação religiosa consideram a evolução como verdade, e o número é grande também entre os religiosos: entre os católicos brancos esse número é de 73%, entre os protestantes são 71% e entre os católicos hispânicos 59%.

 

 
O estudo foi realizado com 2.000 adultos e 65% deles acreditam que os seres humanos evoluíram ao longo dos anos, apenas 31% acreditam que eles existem na sua forma atual desde quando o mundo foi criado.

 

 
E por falar em criação, 61% dos americanos não filiados a religiões acreditam na teoria do Big Bang, enquanto que 69% dos protestantes e 62% dos católicos afirmam que a ciência é normalmente dividida sobre a realidade de um tal “Big Bang”.

 

 
O estudo também questionou os participantes a respeito das divergências entre ciência e religião, sobre isso 59% afirmou que elas estão muitas vezes em conflito e 38% afirmou que não são incompatíveis.

 

 

A resposta dos adultos que frequentam a igreja mais de uma vez por semana – considerados pelo estudo como mais religiosos – é o que chama atenção, pois para 50% deles, a ciência não entra em conflito com suas crenças religiosas.

 

GOSPEL PRIME

OUTRAS NOTÍCIAS