Ana Paula Valadão é criticada por fazer acompanhamento psicológico

Share on facebook
Share on twitter
Share on google
Share on whatsapp

A cantora gospel e pastora da Igreja Batista da Lagoinha, em Miami (EUA), Ana Paula Valadão, vem sendo questionada e criticada após compartilhar sua experiência com acompanhamento psicológico no Instagram.

Em um dos vídeos em que postou, ela diz que é constantemente perguntada por evangélicos se fazer terapia não seria falta de fé.

“Desculpa por ser leigo, mas eu pensava que o cristão não precisava de terapia, pois Jesus supre todas as necessidades”, escreveu um seguidor à cantora.

“Deus deu sabedoria aos homens para desenvolver remédios e tratamentos para todo o nosso organismo e desfrutar de profissionais e medicamentos como psiquiatras é uma bênção que vem de Deus e não exclui a fé”, ela explicou num dos seus posts.

Segundo a OMS (Organização Mundial da Saúde), a depressão afeta 322 milhões de pessoas no mundo. E uma pesquisa conduzida pelo neuropsicólogo Antônio de Pádua Serafim, do IPq (Instituto de Psiquiatria) do Hospital das Clínicas da FMUSP (Faculdade de Medicina da USP), entre maio e junho do ano passado, mostrou que as mulheres foram as mais afetadas emocionalmente pela pandemia, respondendo por 40,5% de sintomas de depressão, 34,9%, de ansiedade e 37,3%, de estresse, entre os três mil voluntários ouvidos.

Fonte: Universa – UOL

OUTRAS NOTÍCIAS