André Valadão é criticado por culto com Eduardo Bolsonaro

Share on facebook
Share on twitter
Share on google
Share on whatsapp

André Valadão e Eduardo Bolsonaro.

O cantor e pastor André Valadão está recebendo muitas críticas após um culto realizado na noite desta quarta-feira (26). Denominado ‘Culto Fé’, o evento da Igreja Evangélica Lagoinha de Orlando (EUA), recebeu no altar da igreja o Deputado Federal Eduardo Bolsonaro.

Segundo o pastor, que é próximo do Jair Bolsonaro, a presença do filho presidente no culto foi “importante” para os “dias de guerra” atuais.

Para anunciar a visita, as redes sociais da igreja fizeram uma ampla divulgação com direito a poster com a imagem de Eduardo e, enquanto o culto era realizado, foram divulgadas fotos do político no palco da igreja. Ele aparece em momentos de palestra e até orações.

Nas redes sociais, fãs do cantor e até pessoas não evangélicas criticaram a postura do pastor ao convidar um político para um culto. A vocalista Ana Rock disse: “Vocês estão sendo uma vergonha pro evangelho! Assim como qualquer outro que vender seu púlpito sagrado pra qualquer outro político!“.

Já outro usuário lembrou que esse é o ano eleitoral e que por isso “o evangelho de Jesus será ainda mais envergonhado”, mas afirmou: “E a separação do joio e do trigo”.

“Imagine o Lula ou qualquer outro político pregando a palavra num culto da sua igreja. Você acharia um absurdo né? Mas então pq as pessoas não ficam indignadas com um absurdo desses? O Andre Valadão é um apóstata da fé e a Lagoinha Orlando é um sinagoga de satanás como está escrito no livro de Apocalipse. Não podemos tolerar esse tipo de heresia. Esses HEREGES venderam a alma para o Diabo. Cederam a Casa do Senhor para servir a essa agenda cristofascista. Deus não tolera esse tipo de coisa. VERGONHA!”, escreveu Walter Pinheiro.

“O Diante do Trono abençoou uma geração inteira de adolescentes nos anos 2000, mas agora o André Valadão joga tudo fora para virar uma extensão do Palácio do Planalto. Felizmente, pelo menos a Ana Paula Valadão faz tempo que não se manifesta politicamente.”, escreveu Gutierres Fernandes.

“Esse ano o nome da igreja,do evangelho e de Jesus vão ser mais envergonhados ainda…mas é a separação do joio e do trigo.”, escreveu outro.

No início do mês, a mesma igreja liderada por André Valadão recebeu o ministro das Comunicações Fábio Faria, esposo da apresentadora Patrícia Abravanel, e Allan dos Santos, ativista bolsonarista foragido da justiça e alvo de um pedido de extradição do STF.

Fonte: Portal Alta Definição

 

OUTRAS NOTÍCIAS