Versículo do dia
E não vos conformeis com este mundo, mas transformai-vos pela renovação do vosso entendimento, para que experimenteis qual seja a boa, agradável e perfeita vontade de Deus.

Apenas após o 6º mês deve se introduzir legume e verdura na alimentação do bebê

Share on facebook
Share on twitter
Share on google
Share on whatsapp

Apenas a partir do sexto mês a mãe deve introduzir, na alimentação do bebê, legumes, verduras e folhas. Até esse período, o leite materno deve ser alimentação exclusiva da criança. A informação é da nutricionista do Nasf (Núcleo de Apoio à Saúde da Família), Márcia Maura Andrade.

 

Ela participou, nesta segunda-feira, 14, de uma ação promovida pela Secretaria Municipal de Saúde, no estacionamento da Prefeitura. O evento faz parte das programação pela passagem do Dia Mundial da Amamentação – 1º de agosto. A iniciativa foi desenvolvida através do Setor de Nutrição, da Atenção Básica.

 

Esses alimentos, informa a profissional de nutrição, são ricos em fibras, minerais e vitaminas. “Não existe leite fraco”, diz ela, desmistificando o assunto. De acordo com a nutricionista, o leite materno exclusivo é fator de proteção tanto para a mãe quanto para a criança, pois evita riscos de infecções, como renite, diarreia, gripe, virose, inflamações no ouvido e garganta, além de estimular o desenvolvimento e crescimento.

 

A mãe, ao amamentar também se previne contra o câncer do colo de útero e da mama, tem o útero de volta ao seu tamanho normal o quanto antes e estabelece um vínculo afetivo com o bebê. Além de orientações sobre a importância da amamentação, as mães receberam esclarecimentos sobre alguns mitos, receberam explicações sobre como posicionar a criança de forma correta e tiraram dúvidas.

 

Outros serviços para a população em geral também foram oferecidos na Unidade Móvel de Saúde, como aferição de pressão arterial, avaliação do peso e altura e orientações nutricionais.

 

ANA SOFIA

 

Há dois meses, a estudante Leila Ferreira, 25 anos, deu à luz a pequena Ana Sofia. Mãe de primeira viagem, ela sabe da importância que o leite materno tem para o desenvolvimento e crescimento da criança. “Pretendo amamentá-la até Ana Sofia completar um ano de idade”, diz ciente da recomendação dos pediatras de que a criança seja alimentada exclusivamente com leite materno até completar seis meses de vida.

 

A dona de casa Maria das Graças de Jesus, 60 anos, descobriu que está acima do peso e foi recomendada a procurar um nutricionista. “Terei que cuidar da minha alimentação”, reconheceu.

 

Secom

OUTRAS NOTÍCIAS