Destaques

Portal Cidade Gospel | Redação | Publicado em 12/10/2018

Após adiar “Gênesis”, Record TV prepara macrossérie bíblica

Após adiar Gênesis, sua próxima novela bíblica, a Record TV teve que apressar os trabalhos para logo colocar no ar a macrossérie Jezabel.

 

Segundo informações da coluna de Flávio Ricco, do portal UOL, a emissora de Edir Macedo já está providenciando todos os detalhes para iniciar a produção especial.

 

A saber, a primeira decisão do canal foi realocar o diretor Alexandre Avancini da novela adiada para o novo produto da teledramaturgia. De acordo com o colunista, o profissional foi escolhido por conta de sua vasta experiência com folhetins bíblicos.

 

Além disso, a emissora teria acordado em firmar a base das gravações de Jezabel em São Paulo. A principal razão seria o uso completo das instalações da Casablanca no Rio de Janeiro pela novela “Jesus”.

 

A produtora Casablanca, inclusive estaria impossibilitada de se responsabilizar por esses trabalhos. Portanto, outra incumbência do canal seria procurar uma outra para esse novo projeto. Sendo assim, a emissora escolheu A Formata, da empresária Daniela Busoli.

 

Segundo Ricco, não há indícios sobre a escolha do elenco para Jezabel. Uma das dúvidas gira em torno do casting que já estava definido para Gênesis – ainda não se sabe se os atores serão convocados para essa outra produção.

 

O adiamento de Gênesis teria um motivo especial: a Record TV estaria recebendo interferências da Igreja Universal, comandada por Edir Macedo, dono da emissora.

 

As informações foram dadas por Patrícia Kogut em sua coluna no jornal O Globo. Segundo ela, a novela que substituiria Jesus terá alguns capítulos reescritos por dois colaboradores da igreja. Eles trabalharão na história juntamente com o autor Gustavo Reis.

 

Gênesis já estava em fase de escalação de elenco, porém, devido essa pausa para mudar determinadas sequências, a Record TV precisou recorrer a uma saída excepcional. Neste caso, a macrossérie Jezabel.

 

Fonte: Observatório da TV via Boa Informação