Após agravamento, pastor evangélico morre por Covid-19

Share on facebook
Share on twitter
Share on google
Share on whatsapp

O pastor da Igreja Evangélica Congregacional Central de Campina Grande, Samuel Dionísio de Veras, morreu na noite desta segunda-feira (11), por complicações em decorrência da Covid-19. Ele estava a frente da igreja há 30 anos e era um líder religioso conhecido e respeitado pela população da cidade.

Samuel Dionísio estava internado e, no último domingo (10), havia sido entubado. Com o agravamento da doença, ele acabou não resistindo. A esposa do pastor, Edileusa Veras, também contraiu a doença e está internada em um hospital particular de Campina Grande, onde está em tratamento e se comunica através das redes sociais.

Através das próprias redes sociais, ela comunicou o falecimento do pastor. Amigos e autoridades fizeram publicações lamentando a morte. O prefeito da cidade, Bruno Cunha Lima, decretou luto oficial também por meio das redes sociais.

A concentração do cortejo fúnebre ocorreu nesta terça-feira (12), passando pelo o Parque do Povo e seguindo em carreata até o Cemitério Campo Santo Parque da Paz, no bairro do Distrito Industrial. Apenas a família participou do sepultamento.

G 1

OUTRAS NOTÍCIAS