Após concurso em Harvard, jovem é aceita em 9 universidades dos EUA

Share on facebook
Share on twitter
Share on google
Share on whatsapp

unnamed (3)A estudante Geórgia Gabriela da Silva Sampaio, de 19 anos, selecionada em um programa da Universidade de Harvard em 2014 com uma pesquisa sobre endometriose, foi aprovada em nove universidades norte-americanas e terá até o dia 1º de maio para decidir em qual delas irá cursar o ensino superior. A jovem de Feira de Santana, cidade a 100 quilômetros de Salvador, ainda aguarda na lista de espera de outras duas instituições dos Estados Unidos.

 

De acordo com Georgia Gabriela, que pretende estudar engenharia biomédica, ainda este mês serão realizados eventos pelas universidades norte-americanas para que os estudantes conheçam melhor as instituições. Mas, com a falta de recursos para viajar, ela está em busca de patrocínio para participar. “Eu queria muito agora participar do evento que elas promovem em abril, mas eu estou procurando patrocínio para fazer a viagem para conhecer. Indo ou não, eu tenho que dar o retorno até primeiro de maio”, comenta.

 

As aprovações, que saíram em março, é o resultado de dedicação aos estudos e determinação. “Eu estudava das 8h às 19h voltada para essas provas. Lia livros, pesquisas. Me inscrevi em atividades extra-curriculares, que conta para aprovação. Em vez de música, ouvia palestras em inglês quando voltava para casa”, relata.

 

A jovem foi aprovada nas universidades de Stanford University, Minerva, Duke University, Northeastern University, Middlebury College, Yale University, Columbia University, Dartmouth College e Barnard College. Na última segunda-feira (6), Georgia Gabriela já recebeu proposta de bolsa integral de uma das instituições estrangeiras durante entrevista por meio da internet.

 

“A maioria das entrevistas ocorre durante o processo de candidatura ainda. A Dartmouth College me ofereceu uma bolsa integral, que é uma bolsa de mérito, que não paga só o curso, como também outras coisas. Segunda-feira eu conversei com essa universidade e ainda vou conversar com outras, mas a maioria foi antes do resultado”, conta.

 

G1 Bahia

 

OUTRAS NOTÍCIAS