Destaques

Portal Cidade Gospel | Redação | Publicado em 27/11/2018

Após processo,Netflix fecha acordo com Templo Satânico

Após ser processada pelo uso de uma estátua de Baphomet na série O Mundo Sombrio de Sabrina, a Netflix fechou um acordo com o Templo Satânico que alegava roubo de imagem.

 

A informação é do Hollywood Reporter, mas a empresa de streaming não entrou em detalhes sobre as negociações.

 

Anteriormente, a organização chamada de Templo Satanista (The Satanic Temple em inglês, ou abreviado como TST), processou a produção e a Warner Bros. Television por conta de uma estátua de Baphomet acompanhado de duas crianças, que aparece em vários dos dez episódios.

 

Segundo a TST, a imagem é de propriedade deles, e que a forma como a religião é retratada na série não condiz com a realidade.

 

“Foram anos de cuidadas decisões de design, investimento financeiro pessoal quando o financiamento coletivo não deu certo, e muitos anos elaborando o significado desse monumento. Tudo para que aqueles que nos silenciam usarem a imagem com a intenção de dar uma boa risada”, criticou um comunicado oficial da organização.

 

Baphomet

 

A estátua do deus Baphomet representada por um homem-bode foi inaugurada em agosto deste ano, ao lado de um monumento dos Dez Mandamentos, no estado de Arkansas, EUA.

 

Financiada pela organização do Templo Satânico, a escultura seria um protesto contra o símbolo cristão que tinha sido colocado na cidade. O grupo luta na justiça para que suas práticas religiosas tenham os mesmos direitos do cristianismo.

 

Com cerca de 2,5 metros, a criatura com cara de bode sentado em um trono e cercado por duas crianças estará temporariamente em frente ao Capitólio estadual. No entanto, seus idealizadores entraram com processos para que seja uma exposição permanente.

 

Eles alegam que deveriam gozar dos mesmos direitos de liberdade religiosa que outras formas de culto.

 

Fonte: Omelete e Pleno News