Versículo do dia
Mas, amados, não ignoreis uma coisa: que um dia para o Senhor é como mil anos, e mil anos, como um dia.

Áreas de Preservação de Feira começam a ser identificadas

Share on facebook
Share on twitter
Share on google
Share on whatsapp

1862015152825Uma placa fixada às margens da Fonte de Chalé, na entrada da sede do distrito de Tiquaruçu, informa que o local que abriga várias espécies de pássaros e plantas, é uma APP (Área de Preservação Permanente). Nela não é permitida a pesca, por exemplo, bem como qualquer tipo de agressão ambiental. Mais de 40 áreas, como lagoas e nascentes, localizadas no município ganharão a placa.

 

Assim, a Prefeitura atende ao que determina à Lei Federal 651/12, que criou o Código Florestal, e ao Código Municipal de Meio Ambiente, a Lei Complementar 41/09. A fonte fica entre a Escola Julieta Frutuoso e o estádio de futebol do distrito, que está sendo construído. Na tarde desta quinta-feira, 18, a placa foi fixada às margens da Lagoa Subaé.

 

Informar às pessoas, diz o secretário de Meio Ambiente, Roberto Tourinho, é preservar lagoas, nascentes e outras APPs. “As placas mostram que estes são espaços que devem ser preservados”. Para tanto, pede o apoio da comunidade. “A participação das crianças em um evento como este as leva a perceber a importância da fonte para a comunidade. Elas veem o agora e se voltam para o futuro”.

 

Ele ainda disse que uma data vai ser definida para que várias mudas de árvores sejam plantadas às margens da fonte. “A participação dos estudantes é fundamental”. Um grupo de alunos apresentou algumas paródias tendo como foco a preservação ambiental e o uso racional da água.

 

O animador cultural ASA Filho lembra que, quando criança, era na fonte que as famílias locais abasteciam potes e filtros. “Era ali que a gente pegava a água potável e os banhos eram tomados nos tanques”. De acordo com ele, a fonte foi construída na segunda década do século passado pelo fazendeiro Artur Mota.

 

Cursando o terceiro ano do ensino fundamental, Daniel de Jesus, 11 anos, disse não entender muito sobre o tema, mas considera ser importante que a fonte seja preservada. “Água sempre é bom para quem mora na roça, né?”. Professora de biologia, Adriana Campos disse que todas as iniciativas voltadas à defesa do meio ambiente devem ser apoiada

OUTRAS NOTÍCIAS