Versículo do dia
Saberás, pois, que o Senhor, teu Deus, é Deus, o Deus fiel, que guarda o concerto e a misericórdia até mil gerações aos que o amam e guardam os seus mandamentos.

Arrebatamento ocorrerá dia 23 de setembro, defende estudioso

Share on facebook
Share on twitter
Share on google
Share on whatsapp

São dezenas de vídeos postados no Youtube e textos longos anunciando que haverá um “sinal no céu” dia 23 de setembro. Usando astronomia e passagens bíblicas, há quem defenda o início do fim do mundo nesta data.

 

Enquanto as teorias se multiplicam, os sinais apontados como uma comprovação de um grande acontecimento são os furacões e terremotos que vem se multiplicando nas últimas semanas.

 

David Meade, 33 anos, que diz ser um estudioso da Bíblia, escreveu o livro “Planet X – The 2017 Arrival”, onde defende que o mundo testemunhará o arrebatamento no próximo sábado. Há cerca de dez anos ele vem viajando por diversos países do mundo anunciando sua teoria.

 

Contudo, seu argumento mais forte, baseado em cálculos a partir de acontecimentos bíblicos se confunde com as teorias sobre um planeta chamado Nibiru, que ele chama de Planeta X. Muitos acreditam que essa seria a estrela que deve colidir com a Terra, conforme Apocalipse 8. Porém, a Nasa sempre negou que o planeta citado por Meade exista.

 

Meade afirma que o grande eclipse americano, ocorrido no dia 21 de agosto, indicava a rápida aproximação do Planeta X à Terra. “É um grande, enorme prenúncio”, disse ele ao Huff Post.

 

Para sustentar seu argumento, ele cita Isaías 13:9-10: lembrando que este é um tempo de arrependimento. “Vejam! O dia do Senhor está perto, dia cruel, de ira e grande furor, para devastar a terra e destruir os seus pecadores. As estrelas do céu e as suas constelações não mostrarão a sua luz. O sol nascente escurecerá, e a lua não fará brilhar a sua luz”.

 

Além disso, Meade explica que sua teoria tem como base “uma série de coincidências com o número 33, que para ele é profético”. “A lua vai ficar preta. Isso ocorre a cada 33 meses. Na Bíblia, o nome de Elohim aparece 33 vezes em Gênesis. O eclipse começou em Oregon, o 33º Estado”, assegurou, sem explicar de que maneiras os acontecimentos nos EUA estão ligados com as profecias bíblicas.

 

Falso mestre

 

O pastor Ed Stetzer foi um dos primeiros a questionar o discurso de Meade, dizendo que ele não representa os teólogos nem especialistas em profecias.

 

Em um longo artigo para a revista Christianity Today, ele lembra que numerologia não tem qualquer base bíblica e que os cristãos deveriam ficar alertas quando falsos mestres anunciam o final do mundo.

 

Por outro lado, chamou atenção para o fato de que até os órgãos de imprensa seculares estão falando sobre o “arrebatamento” o que deveria ser uma oportunidade para os cristãos pregarem mais sobre o que a Bíblia realmente diz sobre o assunto.

 

GOSPEL PRIME

OUTRAS NOTÍCIAS