Versículo do dia
Mas, por causa da prostituição, cada um tenha a sua própria mulher, e cada uma tenha o seu próprio marido.

Atendimento a adolescentes: Hospital da Mulher é referência em planejamento familiar

Share on facebook
Share on twitter
Share on google
Share on whatsapp

Com o objetivo de ofertar cada vez mais uma assistência humanizada e orientar adolescentes quanto aos riscos da gestação precoce, a Fundação Hospitalar de Feira de Santana (FHFS), por meio do ambulatório do Complexo Materno Infantil do Hospital inácia Pinto dos Santos (HIPS), otimizou a marcação de consultas para o planejamento familiar. Desta forma, as pacientes recebem atendimento médico com maior brevidade, refletindo positivamente na qualidade do serviço ofertado.

O Serviço de Planejamento Familiar, implantado em 2018, é coordenado pelo ginecologista obstétrico, Francisco Paulo Cerqueira Mota. Desde então, vem comprovando a sua eficácia na assistência e no acompanhamento de mulheres que planejam ter filhos, com orientações às mais jovens diante do risco da gravidez precoce na adolescência.

“A gravidez na adolescência requer atendimento especializado. O ideal é trazer as adolescentes para consultas antes de uma gestação, a fim de orientá-las sobre a importância do pré-natal, do acompanhamento com terapeutas, nutricionistas, orientações quanto aos métodos contraceptivos, atividade sexual e estímulo a autoestima”, destacou o obstetra.

Segundo o médico Francisco Mota, desde a implantação do serviço, cerca de quatro mil e quinhentas mulheres já receberam assistência do Planejamento Familiar, sendo em média 30 atendimentos por semana.

“Nós fazemos o acompanhamento, inclusive, das adolescentes recém paridas, que estão internadas no Complexo Materno Infantil, com o intuito de oferecer a elas o contraceptivo a fim de evitar uma nova gravidez indesejada. Após alta médica é agendada uma consulta para acompanhamento da equipe do Serviço de Planejamento Familiar”, enfatizou o médico.

Investimentos em contraceptivos
Segundo os dados da Fundação Hospitalar, nos últimos anos, o atendimento a adolescentes com idade entre 13 a 15 anos aumentou 63%, no ambulatório do Hospital da Mulher.

Em 2020, entre janeiro a agosto, foram realizados 44 internamentos de jovens entre 13 a 14 anos e 919 internamentos de mulheres entre 15 e 19 anos. Enquanto isso, em 2019, nesta mesma faixa etária, foram registrados 753 internamentos, sendo que 97 atendimentos foram prestados à adolescentes com idades entre 13 e 15 anos durante todo o ano.

Segundo Gilberte Lucas, diretora presidente da Fundação Hospitalar de Feira de Santana, o serviço ofertado pelo Hospital da Mulher, tem investimento na aquisição de contraceptivos para ofertá-los às pacientes.

“O Planejamento Familiar é referência pela qualidade do serviço ofertado. No ano passado, o Governo Municipal investiu R$ 354.475,00 na aquisição de dois tipos de contraceptivos de longa duração e que ainda não são ofertados pelo SUS (Sistema Único de Saúde): o Implante e o DIU Mirena”, afirmou.

Secom

OUTRAS NOTÍCIAS