Destaques

Portal Cidade Gospel | Redação | Publicado em 05/11/2019

Atividades na Estação Cidadania Cultura auxiliam moradora do Aviário a vencer o câncer

A dona de casa Luciene Alves é uma das frequentadoras mais assíduas da Estação Cidadania – Cultura (antiga praça CEU) do bairro Aviário. Em recuperação contra o câncer de mama, as atividades desenvolvidas no equipamento mantido pela Prefeitura, através da Secretaria de Desenvolvimento Social, são fundamentais para recuperação dela. Na última quinta-feira, 31, durante encerramento da programação do Outubro Rosa, ela não escondeu a emoção.

 

“Tive um grande avanço. Antes as consultas eram todo mês. Hoje, após as atividades que participo aqui na Estação, passei a me consultar de 3 em 3 meses. Estou quase 100%”, comemora, emocionada.

 

Nas Estações Cidadania Cultura, localizadas também nos bairros Cidade Nova e Jardim Acácia, as pessoas participam de atividades físicas, culturais, além da assistência social e de saúde preventiva. Conforme o prefeito Colbert Martins Filho, que também é médico, a rotina oferecida as pessoas nestes equipamentos são fundamentais para a melhoria da qualidade de vida.

 

“Atividades fisicas, orientação sobre alimentação saudável, e cuidados em relação a saúde, como vacinação em dias e atenção aos exames de rotina, proporcionam a essas pessoas um ganho enorme em termos de qualiadade de vida, tanto para quem se recupera de um câncer, por exemplo, como de forma preventiva”, observa Colbert.

 

Durante a programação de encerramento do Outubro Rosa na Estação Aviário, as alunas das oficinas do programa Arte de Viver participaram de uma caminhada, com música, dança e muita alegria.

 

Daiane Araújo, coordenadora esportiva da Estação, explica que durante o mês de outubro o envolvimento das mulheres com as atividades é ainda maior. “Como já trabalhamos com mulheres, procuramos no outubro rosa variar as atividades de uma forma especial. Desde o ano passado desenvolvemos uma programação durante este mês”.

 

A programação foi iniciada no dia 1º de outubro com aula de swing baiano, mediada pelo professor do Arte de Viver, Bruno Ramos. E a cada semana uma palestra voltada ao tema câncer de mama e saúde da mulher era ministrada por algum profissional de saúde, incentivando o público externo a participar desses eventos.

 

“Hoje finalizamos com a caminhada e aulão, conseguindo mostrar para as pessoas que ainda não participam das nossas atividades, que a praça existe, que conscientizamos, e trabalhamos nesse sentido”, declara a coordenadora de atividade física.

 

O novo coordenador da Estação, Leandro Reis, ressalta que apesar da maioria do público inserido no projeto ser feminino, a iniciativa também alcança os homens. “Fazemos o projeto direcionado às mulheres e aos homens. Estamos em um bairro que é carente de informação, principalmente os homens, que tem um certo preconceito em procurar informações sobre o assunto, procurar um médico. Devemos buscar de uma forma simples e direta passar essa informação para eles também e isso acontece através das alunas, que participam das atividades aqui na estação”, observa.

 
Secom