Versículo do dia
Àquele que não conheceu pecado, o fez pecado por nós; para que, nele, fôssemos feitos justiça de Deus.

Através de carta, cristãos perseguidos na China dizem que evangelizavam “os guardas”

Share on facebook
Share on twitter
Share on google
Share on whatsapp

A perseguição religiosa na China não é suficiente para impedir a proclamação do Evangelho de Jesus Cristo. Essa é uma realidade comprovada pela história, visto que durante milênios cristãos foram e ainda são perseguidos, enquanto a Palavra de Deus avança.

Na China, país controlado pelo Partido Comunista, uma carta vazada nas mídias sociais do país revelaram que mesmo presos, os cristãos encontram um meio de anunciar a fé em Jesus, incluindo a necessidade espiritual dos próprios guardas que vigiam os detentos.

“Às vezes eles viam os guardas parados ao lado da lata de lixo para comer, picados por mosquitos no verão e quase congelados no inverno … O casal sentia compaixão. Às vezes eles entregam hinos para os guardas, às vezes dão comida, às vezes a Bíblia … É assim que os cristãos expressam o seu amor…”, diz o documento, segundo a CSW.

A autoria da carta é atribuída a Zhou, membro da Igreja Early Rain. Entretanto, o nome verdadeiro do cristão foi ocultado, obviamente, por motivos de segurança. Em seu testemunho por escrito, o cristão cita o exemplo de Jesus como suporte no enfrentamento de toda a perseguição.

Jesus foi interrogado, condenado, açoitado, provocado, desprezado e zombado, e finalmente crucificado, morreu e foi sepultado … Se não fosse por acreditar em Deus, não teríamos alegria, paz, paciência e esperança diante de todos os tipos de humilhação, intimidação e sofrimento”, diz a carta.

A carta é mais do que um relato sobre a vida dos cristãos perseguidos na China. Ela é um exemplo do quanto os seguidores de Cristo estão dispostos a abdicar de suas vidas por amor ao Evangelho, e isso fica evidente quando expressam compaixão para com os guardas que vigiam suas residências, templos e celas.

No documento divulgado, Zhou faz uma comovente oração: “Senhor, oramos pela polícia [na China]. Senhor, você dá a eles autoridade e poder – deixe-os usar isso da maneira apropriada. Oramos para que o Senhor lhes dê um coração reto e justo e os deixe trabalhar de acordo com as leis e regulamentos”.

Gospel +

OUTRAS NOTÍCIAS