Atriz Karina Bacchi revela que abandonou profissão para não cometer ‘adultério’

Share on facebook
Share on twitter
Share on google
Share on whatsapp
Reprodução - You tube

A atriz e apresentadora Karina Bacchi revelou que deixou de atuar para não cometer “adultério”. Ela também falou sobre seu ensaio para a extinta revista masculina Playboy e disse ter “nojo” das fotos por considera-las resultado de uma influência “demoníaca”.

A declaração foi feita em seu canal no YouTube: “Na Bíblia, a gente vê que Deus não se agrada do adultério. Uma atriz casada que vai interpretar uma cena na qual ela vai ter que beijar, abraçar… Aquilo não é considerado adultério? Acho que estaria sendo contra o que a Bíblia diz. Isso é algo que me conflitou demais”.

“Eu deixei a minha carreira por conta não só da Bíblia, mas também porque eu não me sentia à vontade em estar atuando, mesmo sabendo que aquilo não era eu, era um personagem. Eu deixei de atuar por opção, por escolha, por causa disso”, acrescentou ela na conversa com o pastor Rodrigo Silva, convidado de seu podcast.

O pastor demonstrou compreender a escolha de Karina Bacchi: “Sua pergunta é muito pertinente. Tenho que responder com certa clareza e ética ao mesmo tempo. Eu tenho os meus limites nesse papel, sou apenas o consultor [em novelas da RecordTV]. Eu, pessoalmente, se fosse ator, não faria o beijo com outra mulher”.

Hoje Karina Bacchi é evangélica, casada com o ex-jogador Amaury Nunes, e mãe de um menino, Enrico, de 4 anos de idade.

A respeito de seu ensaio nu em 2016, Karina Bacchi foi enfática: “Tenho tanto nojo da minha Playboy. O mal trabalhou de um jeito ali, olha que sem noção, que ridículo, gente, eu tenho nojo, nojo, nojo!. Ainda mais que o meu ensaio foi especial de Natal, nascimento de Jesus. Que absurdo! Com chapeuzinho de Mamãe Noel, que coisa demoníaca, gente. Eu tenho nojo, raiva desse momento!”.

Ela, porém, pontuou que não se sente culpada, pois àquela altura ainda não havia adquirido conhecimento a respeito da Palavra de Deus:

“Hoje eu dou risada, porque eu não enxergava, eu achava que estava fazendo tudo certo, que estava dando um presente de Natal para as pessoas. E o presente para Jesus.. que coisa horrorosa. […] Juro, eu tenho nojo daquilo, nojo! Não olho com culpa, eu não tinha entendimento, mas olha como o mal trabalha na mente… Eu achei que eu estava arrasando, arrasando com Jesus, que coisa horrorosa!”, finalizou.

Fonte Gospel +

 

OUTRAS NOTÍCIAS