Versículo do dia
O galardão da humildade e o temor do Senhor são riquezas, e honra, e vida.

Bahia registra 54 casos de síndrome Guillain-Barré; uma pessoa morreu

Share on facebook
Share on twitter
Share on google
Share on whatsapp

4O primeiro caso da doença, que só tem notificação compulsória para pacientes de até 15 anos, foi registrado em maio de 2015

 

A Bahia já registrou 54 casos da síndrome de Guillain-Barré desde o início de 2015, segundo a Secretaria de Saúde do Estado da Bahia (Sesab). Os pacientes com a síndrome apresentam dores e fraquezas nas pernas de forma ascendente, que podem provocar paralisia nos músculos respiratórios.

 

O primeiro caso da doença, que só tem notificação compulsória para pacientes de até 15 anos, foi registrado na Bahia em maio deste ano. Não há dados relativos a 2014. Ainda de acordo com a Sesab, um paciente com Guillain-Barré morreu. Um outro óbito, que pode estar relacionado à síndrome, ainda está sendo investigado. A secretaria não divulgou mais informações sobre as vítimas.

 

Ao todo, 12 pessoas com a síndrome foram atendidas no Hospital Couto Maia, em Salvador. Também já houveram casos registrados em Valença, Alcoçaba, Camaçari, Camamu, Cândido Sales, Ibicuí, Itabuna, Itajuípe, Monte Santo, Mutuípe e Serrinha.

 

Acredita-se que vários vírus podem desencadear a doença, incluindo o Epstein Barr e o Zika. Nos casos registados na Bahia, grande parte dos pacientes apresentou antes os sintomas do Zika Vírus. Os sintomas são febre, dor de cabeça, conjuntivite, dores nas articulações e manchas vermelhas na pele.

 

O Ministério da Saúde informa em seu site que uma possível correlação da infecção Zika com ocorrência de Guillain-Barré foi encontrada, mas ainda não foi confirmada.

 

Correio

OUTRAS NOTÍCIAS