Bahia sofre empate do Flu de Feira e vê liderança escapar no último lance

Share on facebook
Share on twitter
Share on google
Share on whatsapp

O Bahia sentiu o gosto da liderança, mas a deixou escapar aos 49 minutos do 2º tempo contra o Fluminense de Feira, nesta quarta-feira (22), no Joia da Princesa. Os tricolores empataram em 1×1 e continuam invictos, porém atrás do Vitória, que fez um jogo a menos no estadual. O foco do Bahia agora se direciona para a Copa do Brasil, competição em que enfrenta o Paraná, sábado (25), na Vila Capanema, em Curitiba.

 

No bom gramado do Joia da Princesa, coisa rara no interior baiano, Bahia e Fluminense de Feira fizeram um primeiro tempo muito movimentado. O ritmo foi tão intenso que o Touro do Sertão gastou as três substituições antes do intervalo. Todas por problemas musculares. Saíram Guto, Alexandre e Rafhael para a entrada de Rogério, Alessandro Azevedo e Igor Maranhão.

 

O tricolor tomou a iniciativa da partida e marcou um gol logo aos cinco minutos, com Gustavo aproveitando cruzamento de Juninho, mas o bandeira, acertadamente, assinalou impedimento do centroavante. Após o endiabrado Zé Rafael sofrer falta na entrada da área, Cajá cobrou com categoria e por pouco não abriu o placar. A bola tirou tinta do travessão.

 

O gol tricolor saiu aos 29 minutos. Juninho cobrou falta por baixo, Eder tentou duas vezes e contou com um desvio na defesa para abrir o placar e colocar o Bahia em vantagem no primeiro tempo.

 

Na volta do intervalo, a situação dos donos da casa, que já era complicada, ficou pior. Aos 2 minutos, Eduardo levantou demais o pé, atingiu o rosto de Juninho Capixaba e foi expulso. Sem mais modificações a fazer, o lateral Deca teve que ser improvisado na zaga e Jorge Wagner foi para a lateral esquerda.

 

Mesmo com um jogador a menos, o Fluminense de Feira conseguiu marcar com Luiz Paulo, mas o gol foi anulado por posição irregular do atacante. Depois foi pra valer. Guto Ferreira pediu para seu time controlar o jogo, mas o Bahia só administrou o placar até os 49 minutos, quando Rafhael acertou o travessão e Rogério empatou no rebote, no último lance da partida.

 

Correio

OUTRAS NOTÍCIAS